Entenda como usar o limite do cartão de crédito

Cada vez sendo mais utilizado o cartão de crédito é um dos principais meios de pagamento no mercado hoje em dia. É oferecido por bancos sendo vinculados a uma conta corrente e também de forma independente por operadoras de crédito.

O cartão de crédito pode ser usado tanto para realizar compras à vista como para realizar compras parceladas. E o maior atrativo para seus usuários é a possibilidade de realizar compras parceladas. Mas antes de iniciar o uso do cartão de crédito é preciso compreender como funciona seu limite, taxas e cobranças.

O que muitos tem dúvida é sobre o limite do cartão de crédito. O limite do cartão de crédito funciona como uma espécie de crédito pré-aprovado que poderá ser usado em qualquer estabelecimento que o aceite como meio de pagamento. Quem definirá o seu limite do cartão será a o banco ou operadora de crédito de acordo com seus comprovantes de renda e histórico de compras recentes.

Todos que estão adquirindo um cartão de crédito nesse momento terão um limite definido para compras, mas saiba que esse limite não é estático e conforme você for utilizando seu cartão e fazendo o pagamento de suas faturas em dia a operadora de crédito tende a aumentar seu limite.

E o uso desse limite como funciona? O limite do cartão de crédito é um limite único, sendo o mesmo tanto para compras à vista quanto para parceladas. No caso de compras parceladas o valor subtraído do limite é o valor total da compra e não o da parcela, e será liberado novamente para uso conforme as parcelas forem sendo pagas, por exemplo, se você possui um limite de R$ 1000,00 e fez uma compra no valor de R$ 500,00 parcelada em 5 vezes quer dizer que após essa compra restará um limite de R$500,00 e a cada fatura em que for pago o valor de uma parcela acrescentará o valor de R$ 100,00 eu seu limite disponível para uso.

Plano de saúde: Como encontrar o plano de saúde ideal

Depender Da saúde pública, o Sistema único de Saúde (SUS), está cada vez mais difícil. Isso porque, os investimentos estão caindo e os serviços ficando mais precário e lento. Por isso, a maioria das pessoas optam por contratar um plano de saúde privada, para não depender do atendimento público.

Porém, se você contratar um plano de saúde que não supri as suas necessidades nada adianta. Por esse motivo, você precisa ter um cuidado enorme para escolher qual plano contratar e evitar problemas futuros. Por isso, vamos te ensinar a simular plano de saúde, afinal, são tantas opções disponíveis no mercado que você pode ficar confuso.

Encontre o plano de saúde ideal

Pontuação da empresa no site da ANS

O primeiro passo para simular plano de saúde, é verificar a qualidade das empresas que irão entrar na sua simulação. Para isso, você pode verificar o site da Agencia Nacional de Saúde Suplementar, a ANS. O órgão é o responsável pela regulamentação das atividades das operadoras de saúde no Brasil, ele avalia todos os planos de saúde no mercado e disponibiliza essas avaliações para consulta pública no seu site.

Redes de atendimento

Ao simular plano de saúde, você precisa consultar e comparas as redes de atendimento. Muitas pessoas se esquecem desse importante passo. Você precisa se certificar que o plano de saúde que você irá contratar conta com uma rede de atendimento próxima a sua residência e ao seu trabalho. Afinal, nunca se sabe quando você irá precisar ser atendido.

Coberturas

Compare as coberturas oferecidas pelas empresas que você selecionou ao simular plano de saúde. Existem empresas que oferecem, além das coberturas obrigatórias pela ANS, algumas coberturas extras gratuitas, o que vale a pena na contratação. Então, faça esse comparativo e veja qual mais atende as suas necessidades.

Tudo sobre empréstimo com maquininha

Você que tem uma máquina de cartão, sabia que é possível pedir empréstimo com maquininha? Leia este artigo e saiba como otimizar o seu negócio e fazê-lo crescer cada vez mais.

Ter um empreendimento próprio é algo que dá muito trabalho. Em algum momento, você irá precisar de um dinheiro para investir em algo na sua empresa. É aí que você pode conseguir um empréstimo com maquininha.

Essa não era uma realidade fácil para muitos empreendedores que não tinha conta bancária. No entanto, hoje em dia é possível ter essa opção como alternativa. Nos próximos tópicos você vai conhecer algumas marcas que permitem o empréstimo com maquininha.

Mercado Pago

Através dessa empresa, você poderá conseguir até R$50 mil de empréstimo. Para consegui-lo, é necessário que você aguarde envie uma proposta de conta virtual, que terá validade de 30 dias, sem burocracia.

Após a proposta ser aprovada, você poderá escolher o valor e a quantidade de parcelas que quer pagar. Após esse processo, você receberá o dinheiro na sua conta virtual, no mesmo momento.

Pagseguro

Se você possui a máquina dessa empresa, seja ela a minizinha ou a moderninha, poderá conseguir o empréstimo PagSeguro. Para tal, é necessário seguir algumas regras importantes, como ganhar mais de R$300,00 no mês.

Da mesma forma que no tópico anterior, você poderá pedir o empréstimo mesmo sem possuir conta no banco. No entanto o pagamento exigido é mais alto que na outra opção.

Se você tem dúvidas sobre qual opção optar, entre em contato com central de atendimento de ambos os cartões. Conheça os benefícios que você terá contratando uma empresa ou outra e faça seu empréstimo com maquininha.

Atualmente, é possível conseguir empréstimo através de máquinas que possuem parceria com bancos, como Rede, GetNet e Cielo. No entanto, o PagSeguro e o Mercado Pago ainda seguem como as melhores opções.

Simular consórcio: O que é consórcio e 3 formas de simular

Se você é uma dessas pessoas que não consegue guardar dinheiro e não se sente confortável pagando juros altos dos financiamentos, e gostaria de adquirir bens, você precisa saber que contratar consórcio é um excelente negócio. Lendo esse artigo, você irá conhecer o que é consórcio e como fazer uma contratação corretamente desse serviço, fique aqui e veja todas as dicas que separamos pensando em você.

Mas afinal, o que é consórcio?

O consórcio é uma forma que te ajuda poupar dinheiro junto com muitas outras pessoas e assim faz a compra do bem que você tanto quer. Ainda não entendeu? Fique tranquilo, vamos te explicar direitinho.

Administradoras financeiras oferecem o serviço de consórcio, esse serviço funciona como uma poupança de dinheiro para você e para outras pessoas. Ao realizar a contratação de um consórcio, você irá escolher um valor do bem que deseja adquirir ou quando é feito em concessionárias, você escolhe o modelo e a marca do veículo. Você pode escolher entre veículos, terrenos, residências, valor para construir sua casa e alguns outros bens.

A administradora irá te cobrar pequenas taxas de administração mensal e ela guarda seu dinheiro que você irá pagar em parcelas fixas mensais. O nome disse é fundo comum, e ele é utilizado entre os participantes do grupo. Para retirar o dinheiro, você deve ser sorteado ou dar lances, em caso de nenhuma das duas possibilidades dar certo, no final do período você resgata seu dinheiro ou seu bem.

3 Formas de simular consórcio

Se você se interessou em adquirir um consórcio, saiba que existem várias empresas que oferece a contratação desse tipo de serviço. Então, para você não ficar confuso, separamos para você as 3 melhores e mais confiáveis formas de simular consórcio, veja a seguir:

  • Instituições financeiras;
  • Bancos;
  • Concessionárias.

Basta você entrar no site de qualquer uma delas e procurar o simulador de consórcio. É fácil e rápido.

Qual o melhor Seguro viagem: Conheça os 10 melhores

Para contratar o melhor seguro viagem para você ou para sua família, é necessário entender o tipo da sua viagem e quais coberturas poderão ser necessárias nela, por que dependendo do seu destino ou da cobertura os planos de cada operadora podem mudar.

O tempo da viagem também influencia na hora da escolha, pois tem empresas que tem pacotes melhores para viagens mais curtas, de 1 semana a 15 dias, e outras que tem planos com mais benefícios para quem fica de 3 meses a 1 ano.

Além da importância de contratar o seguro viagem para evitar estresse com imprevisto durante a viagem, não podemos esquecer que o seguro viagem é obrigatório na maioria dos países da Europa, em alguns países da América do Sul e para estudantes na Austrália. Portanto, quando for contratar o seu, se assegure que a operadora oferece o melhor seguro viagem, com a cobertura mais completa, para o seu destino.

Como saber meu perfil de viagem?

Para realizar a cotação do melhor seguro viagem para você, é importante saber qual o seu perfil de viajante e quais coberturas serão necessários. Veja os principais tipos:

Esportes radicais

Se caso seu destino tenha atividades radicais no roteiro, é importante estar descrito na apólice, e confira quais esportes estão cobertos no contrato.

Para grávidas

Para a viajante que está gravida, escolher o melhor seguro viagem é muito importante, pois se caso aconteça alguma emergência médica, ela terá todo suporte necessário.

Intercâmbio

Para quem irá fazer intercâmbio em outro país, geralmente o seguro viagem é obrigatório, mas é importante pesquisar os planos das operadoras para contratar um seguro com uma cobertura completa, pois o período de estadia é mais longo.

Principais operadoras de seguro viagem:

  • Affinity Seguro Viagem
  • April / Coris
  • Assist Card
  • Assist-Med
  • FlyCard Travel Assistance
  • GTA Global Travel Assistance
  • Intermac Assistance
  • Travel Ace Assistance
  • Vital Card
  • Porto Seguro Seguro Viagem

Toy STORY 4: Conheça a história do filme

O filme Toy Story 4 da Pixar chegou aos cinemas brasileiros no dia 20 de Junho de 2019 e foi um sucesso nas bilheterias das telonas de todo o Brasil.

Os fãs da série, que acompanham o longa desde o primeiro filme, em 1995, foram surpreendidos com o anúncio do quarto filme e estavam ansiosos para essa história que, segundo o diretor é a última da turma do Buzz e Woody.

O quarto filme da série foi sucesso mundial nas bilheterias com mais de 700 milhões de dólares a nível mundial. Por ser o último filme do longa, a história promete grandes emoções e aventuras.

Toy Story 4

No filme Toy Story 4, a menina Bonnie passa a evitar Woody nas suas brincadeiras e assim começa o desenrolar da história. Woody, que está chateado e preocupado por não brincar mais com a dona, decide acompanha-la na escola, escondido dentro de sua mochila.

Ao chegar na escola, Woody cria um novo brinquedo para Bonnie, o Garfinho. Esse se torna um dos protagonistas do quarto filme. Garfinho, que inicialmente era um garfo, se torna um brinquedo.

Garfinho se torna o brinquedo preferido de Bonnie. Porém, Garfinho não se sente um brinquedo. Acredita que merece ir para o lixo e não estar junto aos outros brinquedos de verdade e participar das brincadeiras de Bonnie. Woody tenta fazer com que ele mude de idéia e se sinta melhor.

Com base na história de Garfinho e na viagem da família de Bonnie, se desenrola a história do quarto filme do longa.

No filme Toy Story 4, uma grande surpresa deixou os espectadores emocionados, a volta de Betty, a boneca de porcelana que é a grande paixão da vida de Woody.

Se você ainda não assistiu a ao filme Toy Story 4, saiba que ele ainda está em cartaz em alguns cinemas brasileiros. Assista porque vale a pena conferir essa aventura!

Contratar seguro automóvel: 5 Dicas na hora de contratar

Atualmente, os altos índices de roubos de veículos e somente contar com a sorte quando se fala em segurança dos automóveis, são alguns dos motivos para você contratar seguro automóvel. A contratação do mesmo é indicada logo que você adquire seu veículo, afinal, só você sabe quanto de economia esse bem não te custou e você não vai querer perde-lo de uma hora para outra.

Então, se você está pensando em contratar seguro automóvel, fique atento a esse texto, pois separamos 5 dicas na hora de contratar. Confira:

1.    Ressarcimento total em casos de roubo ou furto

Confira se o contratar seguro automóvel que você está pensando em contratar conta com esse tipo de cobertura. Caso o seu veículo seja roubado ou furtado, você não fica na mão. Se ele não for localizado pelas autoridades, a seguradora irá fazer o ressarcimento do valor total de acordo com a tabela FIPE do ano vigente.

2.    Fenômenos naturais

Existem seguradoras no mercado que oferecem coberturas para fenômenos naturais. Se o seu veículo for danificado por situações que você não pode controlar ou prever, como tempestades, descargas elétricas, vendavais e alagamentos, você estará totalmente amparado.

3.    Colisões

Verifique as coberturas de colisões. Todas as pessoas estão propícias a sofrer acidentes e colisões. Seja por sua culpa ou não. Os seguros te darão total assistência, desde o momento, até o conserto do seu veículo e se necessários de terceiros. Assim, você fica tranquilo, de que não terá gastos inesperados.

4.    Acidentes pessoais e de passageiros

Ao contratar seguro automóvel, verifique a cobertura para acidentes pessoais e de passageiros. Nessa cobertura, a seguradora protege quem está dentro do veículo em caso de algum acidente, em caso de mortes ou danos físicos.

5.    Reboque

Contrate um seguro que ofereça reboque. Se o seu veículo sofrer alguma pane elétrica ou de motor, ou até mesmo um acidente e você não conseguir mais andar com seu automóvel, o seu seguro automóvel te dará a assistência através do reboque.

Cartão de crédito: 4 Formas de pedir cartão de crédito com baixas taxas

Hoje em dia, a utilização de dinheiro em papel e cheque como forma de pagamento só cai em desuso. Contudo, a quantidade de utilização de cartão de crédito cresce ano após ano.

O cartão de crédito foi produzido com o objetivo de ser um defensor do orçamento pessoal, graças a seus prazos e parcelamentos, contudo, passou a ser para muitas pessoas, um adversário, isso se deve a muitas vezes causadas das taxas, anuidades e juros fora do controle.

Essas taxas e valores, habitualmente, são esquecidos no instante da obtenção de um novo cartão de crédito, e é lembrado apenas no instante do pagamento das faturas. Esse tipo de questão pode ser amenizado e até mesmo evitado.

Formas de solicitar cartão de crédito com baixas taxas

Existem algumas atitudes que podem ser tomadas no instante da contratação do seu cartão de crédito, junto a intenção de baixar as taxas e anuidades cobradas. Veja a seguir quais são:

1.      Antes de encerrar a negociação compare cartões de diversos bancos:

Faça uma simulação dos cartões oferecidos pelo seu banco e pelas outras instituições financeiras e compare as taxas e serviços oferecidos.

2.      Opte por cartão de crédito que jamais cobre anuidade ou negocie esse valor:

Existem no mercado alguns cartões que não cobram anuidade, dê prioridade para eles.

3.      Cuidado com taxas extras:

Alguns cartões não cobram taxas de juros e anuidade, porém, cobram outras taxas, como de saque, parcelamento de divididas e de serviço. Tais taxas podem sair mais caras do que a anuidade de outro cartão de crédito.

4.      Pesquise as opiniões de pessoas que já possuam o cartão de crédito:

Não existe forma melhor de mensurar um serviço do que a avaliação de quem já o possui, então, procure alguém que já tenha aquele cartão e peça sua avaliação.

Consultar CPF: 2 sites confiáveis para consultar seu cpf

Se você já teve ou tem dívidas pendentes no mercado e deseja conferir como se encontra seu cpf, e qual a dívida que se encontra em aberto, vamos mostrar dois sites confiáveis e gratuitos que oferecem essa consulta.

Normalmente esse serviço de consultar CPF é gerido por empresas de controle de crédito, as quais são privadas e cobram para seu fornecimento. Muitos estabelecimentos são conveniados com essas empresas como SCPC, SPC, Serasa, para poderem realizar consultas quando forem fornecer créditos a seus clientes.

As pessoas físicas que querem realizar a consultar CPF precisam ter certa cautela. Pois muitos sites não confiáveis vão divulgar que oferecem esse serviço, para obtê-lo é preciso fornecer o número de seu CPF. Passar o número desse importante documento à um provedor estranho pode lhe trazer problemas no futuro, caso essas informações sejam usadas de forma ilícita.

Essas empresas que oferecem o serviço de proteção ao crédito para estabelecimentos comerciais, disponibilizam uma contratação de consulta individual para pessoa física de seu próprio CPF. Em seus estabelecimentos físicos oferecem a consulta de forma gratuita, para quem se dirigir até eles.


Algumas delas já oferecem essa consulta online de forma gratuita da situação do CPF. As que oferecem consulta de forma gratuita são o Serasa, através do dite serasa consumidor, e o SCPC. Para realização da consulta da situação de seu cpf, é preciso realizar um cadastro no site dessas instituições. Ambas são duas grandes empresas que oferecem grande credibilidade, sendo as mais confiáveis e indicadas para realizar uma consulta gratuita.

Se você nunca fez nenhuma consulta em seu CPF, vale a pena dar uma conferida no site de alguma dessas empresas. Lembrando que é sempre importante manter seus compromissos financeiros em dia para obter um cadastro positivo de seu cpf. Pois mesmo que sua dívida seja pequena, se não for negociada irá comprometer seu cadastro. Podendo lhe prejudicar em caso de abertura de novos contratos com credores, e aprovação de crédito.

Quando custa um seguro automóvel para Golf?

Antes de comprar um carro, vale ficar atento com todos os custos relacionados. Além de impostos, gasolina e manutenção, um gasto essencial para evitar problemas no futuro é com o seguro do automóvel. Com o Golf não é diferente. Fabricado desde 1974, o modelo chegou ao Brasil em 1995, quando já estava em sua terceira geração. Por ser um carro com diversos modelos e versões, o valor do seguro automóvel para Golf também varia bastante.

Como o Golf é um carro que custa cerca de R$90.000, a média nacional de seguro automóvel para o Golf não é baixa: R$3300, levando em conta todos os modelos e versões. Além da variação de acordo com o tipo do carro e da maneira como foi adquirido, os preços também mudam segundo o perfil do cliente. Aí é preciso levar em conta o gênero, idade, localização e estado civil, entre outros fatores.

Por exemplo, uma mulher de 35 anos casada que vive no interior de São Paulo pagaria R$2460 pelo seguro automóvel do Golf. Já um homem solteiro de 26 anos morador de Curitiba teria que desembolsar R$4100. A variação ocorre devido a avaliação de risco que o perfil do cliente representa. Fica evidente que ser casado, morar numa cidade menor e ter mais de 30 anos contam a favor da mulher usada como exemplo.

Uma dica preciosa para conseguir boas cotações de seguro automóvel para Golf, e para qualquer outro veículo, é definir exatamente que tipo de cobertura você precisa. Se optar apenas por opções contra roubo e furto, o preço do seguro fica mais acessível. Também há um desconto especial para quem já fez seguros anteriormente e não teve qualquer sinistro. O tipo de franquia contratada também afeta o preço. Franquias ampliadas, por exemplo, significam um seguro de automóvel Golf mais barato, mas em caso de sinistro você terá que pagar mais.

As próprias seguradoras possibilitam a simulação do seguro antes da contratação. Alguns sites, como Bidu e ComparaOnline também podem ajudá-lo a fazer uma cotação de seguro automóvel Golf que se encaixe bem com seu perfil de motorista e caiba no seu bolso.