Como funciona a acessibilidade dos meios de pagamento?

Experiência otimizada para pessoas com visibilidade ou tato reduzidos é assunto da vez em empresas de tecnologia financeira

O Brasil é composto por 8% da sua população com alguma deficiência, como indica a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019. Esse número explica o interesse cada vez maior em melhores meios de pagamento, seguindo o comportamento das empresas de tecnologia e aplicativos, nas quais a acessibilidade se torna um elemento fundamental.

No ambiente digital, apenas 1% dos sites cumpriu com todos os recursos de acessibilidade em 2021 (BigDataCorp/Movimento Web para Todos). Por um lado, buscadores como o Google priorizam em seus algoritmos páginas devidamente otimizadas para a experiência desses usuários, mas, na prática, muitas empresas ainda deixam a acessibilidade em segundo plano.

Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) de 2020 mostrou que mais de 10 milhões de estabelecimentos comerciais no país fazem uso de algum tipo de máquina de cartão. Esse número não é diferente se considerarmos também as transações digitais.

Todos esses números comprovam que oferecer acessibilidade nos sistemas de pagamento por cartão é indispensável. Mas como isso funciona na prática? Confira a seguir os principais modelos de maquininhas de cartão em funcionamento por aqui e saiba como evitar perder uma venda por não oferecer uma experiência adequada para clientes com essa demanda.

O padrão das máquinas de cartão em uso no Brasil

Atualmente no Brasil, as máquinas de cartão estão habilitadas para operarem nas funções de débito e crédito, além do QR Code para pagamentos via Pix. Os modelos variam conforme a necessidade do estabelecimento e as funcionalidades da operadora, mas dois deles são mais comuns.

Maquininhas de cartão com teclado físico

Funcionando no modelo tradicional, em tamanho padrão com visor e em versões miniatura, pensadas para uso em comércios de rua, a máquina com teclado físico ainda é bastante comum. Até o momento não existe uma lei nacional que obrigue as empresas a manterem um padrão, embora muitas tenham indicação tátil na tecla de número 5, sugerindo o centro do aparelho.

Maquininhas de cartão touchscreen

O modelo sensível ao toque ainda é menos utilizado quando comparado com o de teclado físico, mas oferece vantagens para quem contrata. São mais leves, compatíveis com apps e redes de dados sem fio, além de serem mais higiênicas. Por outro lado, deixam de oferecer facilidade no uso, por exemplo, para pessoas com baixa visão.

Recursos de acessibilidade

Tanto no caso das máquinas com teclado físico quanto de toque, é recomendado que o lojista ofereça recursos acessíveis para uso de clientes com essa necessidade. Vamos destacar os mais eficientes que estão disponíveis hoje.

  • Película tátil: é aplicada nas telas touchscreen das maquininhas, indicando para pessoas com baixa visão o posicionamento das teclas e suas funções;
  • Pagamento por aproximação (contactless): ficou bastante comum durante e após a pandemia, compatível com carteiras digitais de smartphones, e favorece o uso de pessoas com deficiência que possuem recursos dedicados no aparelho;
  • Aparelhos sem fio: a posição da máquina de cartão na hora de pagar também importa. Uma maquininha sem fio permite que o cobrador direcione o aparelho na altura de um cadeirante ou pessoa com baixa estatura, por exemplo.

A importância da acessibilidade nos sistemas de pagamento

O assunto da acessibilidade nos meios digitais não é recente, mas vem ganhando cada vez mais projeção por conta do grande número de usuários de dispositivos móveis. Se existe uma parcela considerável de consumidores que se beneficia da oferta de recursos acessíveis em lojas físicas e virtuais, nada mais natural que o mercado repensar a qualidade da experiência para essas pessoas.

  • Tendência no mercado de apps: o volume de pesquisas por voz, assistentes virtuais e crescimentos das IA’s faz com que o mercado de aplicativos integre cada vez mais recursos adaptados e acessíveis às necessidades de diferentes usuários;
  • Abrangência de público: ter um site, aplicativo ou maquininha de cartão acessível para pessoas com deficiência favorece o negócio, uma vez que é possível atender de forma satisfatória mais pessoas;
  • VoiceOver: usuários de smartphones com baixa visão frequentemente usam recursos como VoiceOver, que ”narra” o conteúdo da tela durante a navegação. Isso permite que eles façam pagamentos utilizando carteiras digitais, e a experiência é ainda mais segura e fácil quando a máquina de cartão oferece recursos compatíveis.

Conheça alguns cuidados importantes com crianças na praia

Curta a praia com seus filhos sem preocupações! Confira algumas dicas simples e garanta um dia divertido e seguro na areia e no mar.

Imagine o cenário: o sol brilhando, o som das ondas quebrando na praia, e toda a família reunida para um dia perfeito de diversão e relaxamento. No entanto, como pais e responsáveis, é importante lembrar que a praia também pode apresentar alguns riscos para os pequenos. Felizmente, com dicas simples, é fácil garantir que as crianças possam desfrutar do sol, da areia e do mar de forma segura e confortável.

Para isso, é fundamental estar ciente dos cuidados necessários para garantir seu bem-estar e segurança sem perder a diversão! Neste artigo, vamos compartilhar algumas dicas importantes para cuidar dos pequenos no litoral, desde a escolha das fraldas para a praia até a proteção contra os raios UV. Leia até o final e aproveite ao máximo os dias de sol e diversão com seus filhos!

Proteja a pele das crianças dos raios UV

O sol pode ser muito forte na praia, por isso, é importante garantir que as crianças estejam protegidas dos raios UV. Certifique-se de aplicar protetor solar com fator de proteção solar (FPS) adequado e reaplicá-lo com frequência, especialmente após nadar ou suar. Também é uma boa ideia proteger as crianças com chapéus e roupas leves de proteção solar.

Escolha as melhores fraldas para a praia

Fraldas comuns podem ser desconfortáveis e impraticáveis na praia. Felizmente, existem opções de fraldas específicas para a praia que são confortáveis, seguras e à prova d’água. Essas fraldas são projetadas para resistir à areia, água salgada e sol intenso, permitindo que as crianças se divirtam sem nenhum desconforto.

Hidrate as crianças

A praia pode ser um ambiente muito seco, então, é importante manter as crianças hidratadas durante todo o dia. Leve garrafas de água e sucos naturais e ofereça aos seus filhos frequentemente. Você também pode levar frutas frescas e lanches saudáveis para mantê-los energizados.

Crie uma sombra fresca e agradável

É importante que as crianças tenham um lugar fresco e sombreado para descansar durante um dia na praia. Leve um guarda-sol, tenda de praia ou um toldo para criar uma área confortável e segura para os pequenos brincarem e descansarem.

Esteja atento aos perigos do mar

A praia pode apresentar alguns perigos, especialmente para as crianças. Ensine seus filhos a respeitar as ondas e as correntes, e sempre supervisione-os de perto enquanto nadam. Também é importante estar ciente dos sinais de alerta, como bandeiras vermelhas ou avisos de correnteza. Evite nadar em áreas perigosas.

Leve brinquedos apropriados para a praia

Brinquedos e jogos de praia são uma parte essencial de um dia divertido na faixa de areia. Porém, certifique-se de escolher brinquedos apropriados para o momento, como baldes e pás de areia, bolas de praia e frisbees. Evite brinquedos que possam ser perigosos ou incompatíveis com a praia, como jogos de tabuleiro ou quebra-cabeças.

Mantenha as crianças protegidas dos insetos

Alguns insetos, como mosquitos e moscas de areia, são comuns na praia, podendo incomodar as crianças. Para manter seus filhos protegidos, certifique-se de aplicar repelente de insetos no corpo todo antes de sair de casa. Além disso, evite usar perfumes ou produtos com fragrâncias fortes, pois podem atrair bichinhos.

Mantenha as crianças descansadas e respeite as sonecas

O sol e a brisa do mar podem deixar as crianças cansadas e sonolentas. Certifique-se de que seus filhos tenham tempo suficiente para descansar e se refrescar à sombra, especialmente nos horários mais quentes.

Se o seu filho costuma tirar sonecas durante o dia, leve uma cadeira de praia ou um guarda-sol para criar um espaço tranquilo para que ela possa descansar. Lembre-se: crianças que estão bem descansadas e confortáveis são mais felizes e aproveitam melhor o dia na praia!

7 itens de maior custo-benefício para a sua casa

Móveis e decorações podem ser um pesadelo para novos moradores. No entanto, há alguns itens que vão te ajudar a economizar e serão úteis para seu lar

Mudar de casa não é uma tarefa fácil, ainda mais com a economia atual. Com dificuldade de fechar as contas, boa parte da população brasileira não consegue comprar tudo o que precisa para ter o seu lar aconchegante e completo.

Sendo assim, as pessoas optam por móveis de segunda mão, por promoções ou ofertas em aplicativos de lojas. Dessa forma, compram eletrodomésticos como airfryer, TV Led, máquina de lavar e outros itens que a pessoa considera indispensável para o cotidiano.

Outra forma de economizar é optando pelos móveis multitarefas ou integrados, além de utensílios com mais de uma função. Assim, o preço se torna acessível, aumentando o custo-benefício do produto. Confira alguns que não podem faltar no seu lar.

Filtro de Torneira

Além de ter um preço acessível, esse acessório é ideal para cozinhas pequenas ou que contém cubas menores, pois respinga pouca água, evitando possíveis acidentes e que sua cozinha fique suja ou molhada.

Gancho de parede para vassouras

Um cômodo bem comum em casas é o famoso quartinho da bagunça, onde se guarda tudo que não se usa com frequência ou materiais de limpeza, inclusive vassouras, esfregões e pás. No entanto, na hora de limpar esse quartinho, a tarefa vira missão impossível com cabos de vassoura e rodos caídos. Uma solução para isso é o gancho de parede, no qual você pode pendurar vassouras, pás, rodos ou esfregões, evitando acidentes e deixando seu lar organizado e um ambiente mais harmonioso para descansar.

Lava e Seca

A rotina do cotidiano pode ser corrida e bagunçada. No entanto, alguns rituais de higiene não podem ser dispensáveis, como a lavagem de roupa. Especialmente para imóveis pequenos, você pode optar por uma lavadora e secadora que faz todo o processo de lavagem e secagem para você, economizando tempo e deixando sua roupa sequinha para uso. Tenha cuidado ao escolher o tamanho, se certificando que terá espaço para o móvel.

Aspirador

Um dos contratempos para casas ou apartamentos altos é o pó que se acumula no piso e em móveis com a poluição do ar. Uma solução para isso é o aspirador convencional, que você pode utilizar em qualquer lugar, retirando o pó da casa de forma fácil e rápida. Tome cuidado se for passar no sofá, por exemplo, certifique-se que tirou tudo de importante dele. Além de tudo, o descarte dos resíduos acumulados é feito de maneira simples, rápida e ágil.

Cadeira de Escritório Ajustável

Com a pandemia, empregos em home office se tornaram cada vez mais comuns. No entanto, nem todas as pessoas estavam preparadas para passar horasna frente do computador, causando dor nas costas e problemas de coluna sem uma cadeira adequada. Uma opção é a cadeira de escritório ajustável que, além de ser confortável, você pode ajustar para colocar o braço da forma que preferir, além de ajustar o encosto da coluna.

Kit de Utensílios de Cozinha

Principalmente para os aspirantes a chef de cozinha ou para quem está se mudando de casa, um kit de utensílios de cozinha podem ajudar na hora de preparar uma refeição. Escolha o material de sua preferência. No entanto, se escolher os utensílios feitos de silicone, o recomendado é que não opte por escolhas claras, pois elas ficam marcadas com maior facilidade.

Panelas Antiaderentes

Outro conjunto queridinho das pessoas que mudam de casa são as panelas antiaderentes. Além de ter longa duração, são fáceis de lavar, economizando tempo e a comida não fica grudada no fundo da panela, facilitando na hora de armazená-la.

Quando começar a lavar as roupas do bebê?

Se você está grávida ou acabou de ter um bebê, é natural que surjam muitas dúvidas em relação aos cuidados que devem ser tomados com o recém-nascido. Uma das perguntas mais frequentes é sobre quando começar a lavar as roupas do bebê. 

Neste artigo, vamos esclarecer essa dúvida e fornecer algumas dicas úteis para a lavagem das roupas do bebê.

Por que é importante lavar as roupas do bebê?

Antes de responder à pergunta principal deste artigo, é preciso entender por que a lavagem das roupas do bebê é tão importante. O recém-nascido tem a pele delicada e sensível, o que o torna mais suscetível a irritações e alergias. 

Ademais, as roupas podem conter sujeiras, bactérias e até mesmo substâncias químicas que podem prejudicar a saúde do bebê. Portanto, é essencial lavar as roupas do bebê corretamente para garantir a sua segurança e conforto.

Quando começar a lavar as roupas do bebê?

Agora que você já sabe por que é importante lavar as roupas do bebê, vamos responder à pergunta principal deste artigo: quando começar a lavar as roupas do bebê? 

A resposta é simples: antes de o bebê nascer.

Você pode se perguntar por que deve lavar as roupas antes do bebê nascer. A razão é que as roupas novas podem conter substâncias químicas e resíduos de tecido que podem irritar a pele delicada do bebê. 

Além do mais, a lavagem das roupas antes de usá-las pela primeira vez remove possíveis sujeiras e bactérias que podem estar presentes nas lojas ou fábricas.

Uma dica importante para garantir um cuidado completo com as roupas do bebê é investir em um enxoval de qualidade e personalizado. 

E para isso, uma excelente opção é a loja Dorotéia, onde você pode encontrar diversos itens exclusivos para o seu bebê, desde as roupinhas até os acessórios. Tenha um enxoval de qualidade e personalizado para o seu bebê na loja Dorotéia e tenha a certeza de que está cuidando bem do seu pequeno desde os primeiros dias de vida.

Como lavar as roupas do bebê?

Agora que você sabe quando começar a lavar as roupas do bebê, vamos fornecer algumas dicas úteis para a lavagem das roupas:

Separe as roupas do bebê das roupas dos adultos

É necessário separar as roupas do bebê das roupas dos adultos para evitar a contaminação cruzada. Use uma cesta ou saco de roupa suja separado para as roupas do bebê.

Use um detergente suave e hipoalergênico

Escolha um detergente suave e hipoalergênico para a lavagem das roupas do bebê. Evite usar amaciantes ou produtos com fragrâncias, pois eles podem irritar a pele sensível do bebê.

Lave as roupas do bebê separadamente

Lave as roupas do bebê separadamente das roupas dos adultos para evitar a contaminação cruzada. Você também pode lavar as roupas do bebê em uma máquina separada ou usar um ciclo de lavagem específico para as roupas do bebê.

Lave as roupas do bebê com água quente

Lave as roupas do bebê com água quente para garantir a remoção completa de sujeiras e bactérias. Veja se as roupas são apropriadas para serem lavadas com água quente, pois algumas peças podem encolher ou danificar-se com o calor.

Como secar as roupas do bebê?

Depois de lavar as roupas do bebê, é necessário secá-las corretamente para evitar a proliferação de bactérias e fungos. Aqui estão algumas dicas para a secagem das roupas do bebê:

Use um varal limpo e seco

Veja se o varal que você está usando para secar as roupas do bebê está limpo e seco. Se o varal estiver molhado ou sujo, pode transferir sujeira e bactérias para as roupas do bebê.

Seque as roupas do bebê à sombra

Evite expor as roupas do bebê diretamente à luz do sol, pois isso pode desbotar as cores e danificar os tecidos. Opte por secar as roupas do bebê à sombra ou em um local bem ventilado.

Evite usar a secadora

A secadora pode ser prática, mas pode danificar as fibras dos tecidos e diminuir a vida útil das roupas do bebê. Portanto, evite usar a secadora sempre que possível.

Cuidados extras na lavagem das roupas do bebê

Além das dicas mencionadas acima, aqui estão algumas outras precauções que você pode tomar para garantir a limpeza e segurança das roupas do bebê:

Não use produtos com cloro

O cloro pode danificar as fibras dos tecidos e causar irritações na pele do bebê. Portanto, evite usar produtos com cloro na lavagem das roupas do bebê.

Não use produtos com água sanitária

Assim como o cloro, a água sanitária pode ser prejudicial para a saúde do bebê. Evite usar produtos com água sanitária na lavagem das roupas do bebê.

Não use amaciantes

Os amaciantes podem conter produtos químicos que podem causar irritações na pele do bebê. Portanto, evite usar amaciantes na lavagem das roupas do bebê.

Lave as roupas do bebê com frequência

Como os bebês são propensos a vazamentos e sujeiras, é preciso lavar as roupas do bebê com frequência para evitar o acúmulo de bactérias e sujeiras.

Conclusão

Lavar as roupas do bebê é uma tarefa simples, mas muito importante para garantir a saúde e o bem-estar do recém-nascido. Ao seguir as dicas mencionadas neste artigo, você pode garantir que as roupas do bebê estejam limpas, seguras e confortáveis para o seu filho.

Qual a melhor forma de negociar minhas dívidas?

Fazer uma negociação de dívidas nem sempre é uma tarefa fácil. Sabemos que, atualmente, a maioria dos brasileiros está endividada. Ou seja, se você está nessa situação, saiba que não está sozinho. 

E é exatamente por isso que preparamos esse artigo, para mostrar a você qual é a melhor forma de quitar dívidas, fazendo negociações que te permitam arcar com o valor existente de forma que você não se enrole mais financeiramente. 

Então, sem mais delongas, vamos ao texto.

Por que tenho dívidas? 

O primeiro passo é analisar porque você tem uma dívida. Isso pode acontecer porque você pegou um empréstimo que não conseguiu quitá-lo ou utilizou o cartão de crédito com um limite muito alto e acabou se enrolando, por exemplo. 

Ou seja, entenda qual foi o motivo que gerou esse valor pendente. Saber identificar isso ajuda você a evitar futuros problemas iguais. Dessa forma, além de quitar a dívida atual, você corre menos risco de se envolver em uma nova.

Como organizar minhas finanças? 

Depois que você identifica de onde vem a sua despesa, consegue organizar suas finanças porque aquele é o primeiro passo para organizar as suas economias.

Diante disso, você precisa, primeiramente, fazer uma análise da sua situação financeira. Para isso, faça um fluxo de caixa dos seus últimos meses, analisando todas as suas receitas e despesas. 

A partir disso, você consegue identificar quais custos está exagerando e consegue cortar. Ou também pode considerar uma receita extra através de trabalhos como, por exemplo, motorista de aplicativo, artesão ou freelancer. 

Com essa economia ou dinheiro extra conseguido, você pode organizar as finanças quitando o empréstimo que deve ou pagando uma dívida de cartão de crédito, por exemplo. O que importa é sanar todas suas dívidas atualmente existentes e limpar o seu nome.

Vantagens de renegociar as dívidas

Como falamos, fazer uma negociação de dívida vale muito a pena. Primeiramente, você paga um valor, muitas vezes, menor do que o inicial. Além disso, você também consegue negociar o prazo de pagamento para que não seja tão difícil quitar a dívida presente.

Outra vantagem de negociar as dívidas é que os bancos e instituições financeiras costumam ser muito abertos ao diálogo. Dessa forma, você pode fazer uma proposta, explicar a sua situação e verificar se eles aceitam o que foi proposto. 

Além disso, ainda podemos citar outro benefício. Você consegue limpar o seu nome, muitas vezes, de forma relativamente rápida. Basta ter organização e o cuidado para realmente arcar com as mensalidades combinadas e você não voltar a se enrolar financeiramente.

Como renegociar minhas dívidas?

Vamos mostrar rapidamente um passo a passo para você renegociar suas dívidas.

Primeiramente, identifique de onde ela vem, como explicamos ao longo deste texto. Em seguida, faça um plano para identificar quanto dessa dívida você consegue pagar. 

Para isso, identifique quais despesas são mais superficiais e você consegue cortar. Pense em uma forma de conseguir uma receita extra, fazendo trabalhos como venda de doces, 

freelancers como redator, ou trabalho como motorista de aplicativo, por exemplo 

Quando você fizer a análise e identificar quanto você pode pagar de dívida, entre em contato com a sua instituição financeira e faça uma proposta. Mostre a ela que a sua ideia é sólida e que você realmente está comprometido em acabar com aquela dívida, e não apenas será reduzido o valor para você continuar devendo. 

Como já comentamos, a maioria dos bancos estão abertos a esse tipo de diálogo. E isso acontece porque eles não querem sair ainda mais no prejuízo. 

Uma outra opção que você tem é pegar um empréstimo que tenha uma taxa menor do que a sua dívida atual. Assim, você substitui uma dívida pela outra, mas fica com a opção mais barata para você. 

E, nesse quesito, os empréstimos com garantia são os que valem mais a pena porque eles têm as menores taxas do mercado, os maiores prazos de pagamento e costumam liberar um valor de crédito também superior ao da média do mercado.

Cuidados para não cair em dívidas novamente

Por fim, a nossa última dica depois que você conseguir quitar dívidas, é ter cuidado para não ficar endividado novamente.

A melhor forma de fazer isso é se estruturar financeiramente e se organizar para não gastar mais do que você ganha. 

Se você não consegue controlar o cartão de crédito, por exemplo, experimente diminuir o limite que o banco oferece. Assim, você tem menos chances de entrar em dívidas. 

Outra opção mais radical é somente pagar compras à vista. Isso te força a só adquirir aquilo que você tem dinheiro no momento para quitar e evita, também, que você volte a dever dinheiro. 

Além disso, também é muito importante comentarmos que você só deve solicitar um empréstimo se tiver a garantia de que conseguirá arcar com aquele valor. Sabendo que imprevistos acontecem. Você pode ficar desempregado, por exemplo, ou ter uma despesa alta que não estava prevista e acabar se enrolando.

Mas procure fazer uma reserva financeira. Assim, quando esse tipo de situação acontecer, você não estará totalmente despreparado e não voltará a se afundar em dívidas que podem acabar virando uma bola de neve.

Saiba porque o empréstimo pode ser uma solução efetiva para negativados

Conheça 5 vantagens de fazer um empréstimo para quitar uma dívida antiga e assim limpar o seu nome

No Brasil, existem muitas pessoas que estão inadimplentes. Segundo dados do Serasa Experian, hoje já existem mais de 60 milhões de brasileiros que estão negativados.

Nesse cenário, por mais contraintuitivo que pareça, muitos especialistas defendem a ideia de realizar um empréstimo para quitar uma dívida antiga e assim deixar o nome limpo novamente.

E isso é até provável hoje em dia, já que existem instituições financeiras com soluções de empréstimo para negativado que ajudam esse perfil a melhorar sua condição financeira.

Para mostrar a você que essa prática realmente funciona, separamos abaixo 5 resultados que você consegue alcançar ao realizar um empréstimo para quitar uma dívida.

1. Parcelas que cabem no seu bolso

O primeiro ponto positivo de fazer um novo empréstimo é que com ele você consegue acessar novas condições de parcelamentos e até juros mais atrativos.

E isso é algo importante se levarmos em consideração que a maioria dos brasileiros que está endividada hoje, não consegue quitar a sua dívida porque os valores dela já estão muito altos devido aos diversos juros de atrasos de pagamento.

Dessa forma, ao realizar um novo empréstimo, você consegue ter o valor à vista para quitar a sua dívida e assim lidar com uma parcela que cabe no seu bolso.

2. Resolve o que está se arrastando a meses

Outro ponto bem positivo do empréstimo é que, muitas vezes, você consegue receber em sua conta o valor total para quitar a dívida e assim não ficar com nenhuma pendência com a instituição.

Assim, caso você tenha uma dívida ativa há meses ou anos que esteja atrapalhando a sua vida ao deixar seu nome sujo ou encher seu celular com ligações de telemarketing, você consegue resolver esse problema com apenas uma ação simples.

E, não podemos esquecer que quando você consegue quitar uma dívida realizando um pagamento à vista, também é possível acessar outra vantagem que você conhece melhor a seguir.

3. Desconto na hora de quitar a dívida

Você provavelmente já deve ter renegociado a dívida diversas vezes, mas, devido aos juros abusivos que são cobrados, a negociação não se tornou uma alternativa viável para quitar essa dívida.

No entanto, a maioria das instituições financeiras oferecem descontos no valor da dívida quando você pode quitá-la à vista.

Afinal de contas, provavelmente o valor que você realmente deve para a instituição está bem mais baixo do que o valor atual devido aos juros.

Sendo assim, em um cenário em que você pode pagar à vista, é possível que a instituição ofereça um desconto no montante de juros aplicados anteriormente.

4. Menos tempo endividado

Outra característica positiva que poucas pessoas pensam é que ao fazer um novo empréstimo, você pode conseguir diminuir o tempo que ficaria pagando uma dívida.

Assim, caso você consiga fechar um empréstimo com um bom valor de parcelas, talvez possa quitar em 12 meses uma dívida que ia durar 24 meses, por exemplo.

Claro que antes de fazer isso, é fundamental analisar seu financeiro e ver se o valor da parcela fica viável para você pagar. Mas, em um novo empréstimo, é possível que você acesse condições melhores de pagamento.

5. Deixa seu nome limpo

Enquanto você tiver uma dívida em aberto, o seu nome ficará sujo e impedirá você de acessar diversos serviços financeiros.

No entanto, a partir do momento que você quitar essa dívida, o seu nome volta a ficar limpo e com uma boa reputação no mercado.

Dessa forma, basta que você realize o pagamento certinho do novo empréstimo contratado para assim manter o seu nome limpo e poder acessar outros serviços financeiros sem maiores problemas!

O que explica a volatilidade do bitcoin

A volatilidade do bitcoin afasta alguns investidores, mas aproxima outros. Entenda a razão e como ela acontece

Volatilidade: afinal, por que ela é tão grande nas criptomoedas? Essa é uma dúvida que muitos ainda buscam responder, mas não sabem o motivo.

De fato: tanto o bitcoin quanto outras criptomoedas são muito mais voláteis do que os ativos do mercado tradicional, como ações e fundos imobiliários. Mas isso pode ser uma oportunidade.

No artigo abaixo, você vai entender tudo sobre o funcionamento da volatilidade do bitcoin e os motivos para isso acontecer.

Qual é a volatilidade do Bitcoin?

Em primeiro lugar, é importante entender o conceito de volatilidade: um ativo financeiro volátil significa que ele varia de preço de forma considerável, falando de forma prática.

Por exemplo: se um ativo tem a cotação máxima anual de R$50 e mínima de R$48, sua volatilidade é baixa. Entretanto, se a máxima anual é de R$50 e a mínima, R$20, então ela é alta.

E, de fato, a volatilidade do bitcoin é muito mais alta do que é comum observar nos mercados tradicionais: basta verificar a evolução do preço ao longo dos anos, com máximas e mínimas anuais com grandes variações.

Existem várias metodologias para medir a volatilidade de um ativo, mas uma das mais conhecidas é a do desvio padrão. Segundo essa métrica, a volatilidade do Bitcoin está em cerca de 55%.

Ao longo dos anos, o Bitcoin tem diminuído sua volatilidade: em 2014, ela era de 160%. Já em 2018, foi para 90%. Hoje, ela está em 55% e só tende a diminuir conforme o mercado for incorporando esse ativo no ecossistema financeiro.

Volatilidade: Bitcoin x Ações

Uma vez que a volatilidade anual do Bitcoin está em 55% atualmente, é possível chegar à conclusão de que esse valor é muito mais alto do que mercados mais tradicionais.

Por exemplo: o índice Ibovespa, benchmark do mercado de ações brasileiro, possui volatilidade anual de 21%. Já a volatilidade histórica do S&P 500, benchmark das ações nos EUA (mercado mais desenvolvido) está na casa dos 15%.

Entretanto, ao comparar o bitcoin com algumas ações de tecnologia, é interessante notar que o segundo grupo também se comporta de maneira volátil: Facebook, Tesla, Netflix, Uber e muitas outras possuem volatilidades parecidas.

No entanto, não acusam essas empresas de serem pirâmides ou ativos meramente especulativos. Pelo contrário: investidores de todo o mundo reconhecem essas empresas como importantes para a economia. Por isso, fica claro que a volatilidade não é um problema em si.

Por que o Bitcoin é volátil?

A volatilidade do Bitcoin acontece porque essa é uma tecnologia relativamente nova, tendo sido criada apenas em 2009. Isso faz com que o mercado não dê tanta atenção ao ativo e, consequentemente, que ele seja precificado com menos eficiência.

Além disso, como quantias menores de dinheiro são necessárias para movimentar o mercado de forma brusca, alguns especuladores com muito capital usam isso a seu favor para distorcer preços no curto prazo.

E, por fim, os investidores ainda não acreditam totalmente na tecnologia. Por isso, qualquer notícia negativa já é capaz de colocar o mercado para baixo, pois as pessoas preferem vender seus BTC quando veem um cenário de incerteza.

Entretanto, com o desenvolvimento da tecnologia, é natural que essa volatilidade diminua e que o mercado olhe com mais atenção para os criptoativos.

Volatilidade: uma oportunidade de investimento

Por fim, é importante ressaltar que a volatilidade em si não é algo negativo: ela representa, na verdade, uma oportunidade de comprar um ativo financeiro de qualidade por um preço mais atrativo.

Nesse sentido, aqueles que compram bitcoin quando o mercado está em baixa conseguem maiores quantidades desse ativo por um valor menor, o que pode beneficiar a acumulação de patrimônio para o longo prazo.

O retorno anualizado do bitcoin é superior aos 200%, mostrando como adquirir esse ativo pode ajudar na multiplicação de capital. Por isso, pode ser interessante ao investidor a compra de cripto nos momentos de baixa.

Quando é a hora certa de solicitar um empréstimo? E qual devo escolher?

Fazer um empréstimo é algo muito comum entre os brasileiros. Com a facilidade para contratar, além das poucas restrições, esta opção é excelente para solucionar diversas questões financeiras, seja quitar dívidas ou investir em um negócio, por exemplo. 

Mas justamente por todas as vantagens é preciso parar e refletir sobre os reais motivos para emprestar esse dinheiro, além de tomar todos os cuidados necessários. 

Quer fazer um empréstimo, mas se sente confuso com os processos? Continue o texto e entenda todos os detalhes que precisa.

Qual a sua realidade?

Antes de fazer o empréstimo é preciso considerar quatro pontos essenciais:

  • Qual o objetivo do empréstimo?
  • Quanto poderá pagar por ele?
  • É realmente uma necessidade ou um desejo?
  • O que acontecerá se esperar para juntar a grana e pagar à vista? Coloque na balança.

Agora que conseguiu parar para pensar com mais clareza, pode seguir para o próximo tópico.

Será que é a hora certa de pedir um empréstimo? 

Como saber o momento ideal de pedir um empréstimo? Tenha em mente que além da parcela mensal que precisará pagar, é essencial deixar uma margem para caso aconteça algum imprevisto – e sempre acontecem –, como perder o emprego, ser roubado, entre outras situações. 

Se você planejar com cuidado, o empréstimo pode ser ótimo para te ajudar. Confira alguns motivos frequentes no Brasil quando falamos em empréstimo:

  • Sair do vermelho.
  • Construir ou reformar a casa.
  • Pagar alguma despesa de emergência;
  • Pagar o mínimo do cartão ou parcelar as faturas.

Abaixo você confere algumas opções com mais detalhes:

Aumentar o capital de giro ou aumentar a empresa

Essa é uma das razões para se fazer um empréstimo, muito comum, inclusive, especialmente com o aumento dos negócios próprios na última década. 

O capital de giro nada mais é que o valor que a sua empresa tem em caixa para pagar as contas durante um certo período. Ele é o responsável para você não ficar no negativo ou chegar até a falência. 

O empréstimo empresarial para capital de giro funciona como uma reserva, para você recorrer quando houver imprevistos.

Caso você esteja planejando aumentar os negócios, um bom dinheiro será necessário para suprir tudo isso, como ampliar o estoque ou o espaço físico, comprar novos equipamentos ou contratar mais funcionários. Com um bom planejamento, seu faturamento tende a crescer, tendo parte do retorno para quitar as parcelas do empréstimo.

Tirar alguma ideia do papel

Quais objetivos deseja alcançar? Veja algumas das opções mais comuns: 

Estudar

Quer aprimorar seus conhecimentos, crescer profissionalmente ou começar uma nova carreira? Você pode fazer o empréstimo para pagar um curso de idiomas, um intercambio, a mensalidade de graduação ou uma pós/MBA. 

Viajar

A maioria das pessoas tem o sonho de viajar, seja pelo território nacional ou pelo mundo. Sabemos que quanto mais longe ou longa for a viagem, mais caro ficará. Apesar das diferentes ofertas em agências ou sites de viagens, o empréstimo te possibilitará pagar tudo à vista, organizando-se financeiramente melhor.

Casar-se

Obviamente você pode fazer um casório simples gastando pouco, mas muitas pessoas idealizam o casamento dos sonhos, como em filmes ou novelas. A organização desse momento único inclui muitos detalhes. Confira alguns: 

  • Alimentação;
  • Bebidas;
  • Convites;
  • Doces e salgados;
  • Decoração;
  • Cerimônias (civil e religiosa);
  • Fotos e vídeos;
  • Roupas dos noivos;
  • Dia da noiva;
  • Lua de mel.

A lista pode ser ainda maior se contarmos com as lembrancinhas, pista de dança, bartender, entre outros. O empréstimo te dará a quantia que precisa, podendo pagar tudo à vista – como no caso anterior.

É possível fazer o empréstimo estando negativado?

Falamos dos empréstimos no geral, mas e para negativados, pode? Sim, você tem a possibilidade de emprestar o dinheiro que precisa mesmo estando com o nome sujo.

Obviamente não terá as vantagens de um empréstimo para quem paga as contas em dia, afinal, a instituição financeira analisa vários dados sobre você, como:

  • A sua renda mensal, definindo a sua capacidade para pagar as futuras parcelas;
  • O seu relacionamento com a instituição financeira, como os serviços contratados e a sua pontualidade nos pagamentos gerais;
  • O seu perfil financeiro, como histórico de dívidas, pontuação de crédito, entre outros.

Quando identificarem que você possui dívidas atrasadas, o banco entenderá que emprestar esse dinheiro será um risco para eles. Ou seja, diferente de quem possui um bom perfil ao pedir o empréstimo, para você pode ter restrições, como valores mais baixos, um prazo para pagar mais curto, taxas de juros maiores ou mesmo alguma exigência de garantia.

Qual o tipo ideal de empréstimo 

Há diferentes tipos de empréstimo, mas abaixo listamos os mais comuns (e com menos juros) do mercado:

Empréstimo pessoal 

Conhecido também como “crédito pessoal”, essa opção é oferecida pela maioria das instituições financeiras. A escolha mais indicada para diferentes necessidades, como:

  • Pagamento de dívidas;
  • Compras de alto valor;
  • Investimentos;
  • Viagens;
  • E muito mais!

Aqui você fará o seu pedido, escolhendo como usará o seu dinheiro – terá bastante liberdade. Apesar de ter pouca burocracia, analise sempre as taxas e condições de pagamento. Os juros variam de acordo com a negociação firmada, além da política da empresa. 

Após coletarem a sua documentação, a instituição fará uma análise de crédito para verificar se você terá reais condições para quitar a dívida durante os próximos meses. O que é analisado? Dívidas, seus hábitos de consumo, entre outros dados.

Caso esteja tudo certo, a aprovação poderá ser feita no mesmo dia. Aproveite e veja nossas condições para o empréstimo pessoal.

Empréstimo com Garantia

Outra modalidade bem conhecida é o empréstimo com garantia, seja de imóvel ou automóvel. Fazer o empréstimo com algum bem como garantia costuma ter as menores taxas do mercado. E por quê? Ao registrar a garantia, as instituições terão uma segurança no caso de você não fazer os futuros pagamentos – pode ser feito por pessoas físicas ou jurídicas. 

Obs: você poderá continuar usando o seu bem normalmente durante o pagamento das parcelas. Lembrando que se não tiver os pagamentos em dia, terá o risco de perder o bem, sendo leiloado posteriormente. Após concluir todo o pagamento, ele retornará para você. 

Neste link você pode conferir mais detalhes sobre o nosso empréstimo com garantia de veículo.

Principais tipos de hospedagem em viagens

Você sempre fica em dúvida na hora de escolher uma hospedagem na hora de viajar? Veja os principais tipos e os prós e contras de cada um deles!

Existem várias formas de viajar. E o bom é que cada viajante pode explorar diferentes formas para descobrir se tem alguma de sua preferência. Enquanto alguns preferem viagens com bastante contato com a natureza e experiências diferenciadas daquelas vividas no cotidiano fora da viagem, outros priorizam a total tranquilidade e passeios pelos principais pontos turísticos de um lugar.

Uma boa viagem necessita de alguns itens básicos. Um deles é caprichar na hospedagem para carregar a energia e se preparar para as aventuras do dia seguinte. Você sempre fica na dúvida sobre como escolher o hotel perfeito? Confira a seguir os principais tipos de hospedagens em viagens!

Hotel

Esse é um dos estabelecimentos mais tradicionais quando o assunto é hospedagem. Esse estabelecimento comercial disponibiliza estadia em quartos individuais (ou de casais) e oferece serviços como café da manhã, serviço de quarto, entre outros exemplos. Hotéis com mais estrelas e mais complexos podem até oferecer spa, academia, sala de TV, massagem, etc.

Uma das maiores vantagens de se hospedar em hotéis é a total privacidade. Se você prioriza somente descansar, sem precisar lavar uma louça e ter acesso a serviços de forma rápida, o hotel é uma boa hospedagem para você. Por outro lado, se você adora socializar, talvez seja melhor procurar outra hospedagem, já que é comum que os hóspedes de hotéis prefiram ficar mais reservados.

Pousada

Esse tipo de estabelecimento oferece tipos mais variados de hospedagem, como quartos individuais, bangalôs e chalés. As pousadas costumam ser bastante aconchegantes, intimistas e ótimas para quem gosta de um contato mais direto com a natureza.

A maioria das pousadas costuma oferecer serviço de quarto e café da manhã. Contudo, é bom verificar, pois isso depende do tamanho da pousada. Diferentemente dos hotéis (que podem ser prédios com diversos andares), as pousadas podem chegar a ter no máximo três andares.

As vantagens de se hospedar em pousadas é que elas oferecem um clima mais intimista e menos impessoal. Algumas pousadas permitem aos usuários utilizar a cozinha, o que pode ser bom para socializar com outros hóspedes e preparar algumas refeições rápidas. Por outro lado, pousadas não costumam oferecer o número de serviços mais facilmente encontrados em hotéis, por isso, verifique a disponibilidade.

Resort

O resort nada mais é do que um hotel comercial, que além dos serviços básicos de acomodação, oferece também uma infraestrutura completa de lazer e entretenimento. Em sua grande maioria, disponibiliza serviços de alimentação completo, spa, academia, piscina quente e fria, recreação, trilhas e outras atividades em meio a natureza. Para um meio de hospedagem ser considerado resort, é preciso oferecer todo tipo de serviço necessário para o hóspede, sem que ele precise sair de suas mediações.

Hotel Fazenda

A diferença básica entre o hotel e o hotel fazenda é a localização do segundo, marcado por se situar em áreas rurais, com bastante contato com a natureza. Hotéis fazenda também oferecem serviços básicos de alimentação e hospedagem, mas, além disso, vivências no campo e atividades de entretenimento, tais como trilhas, visitas a animais (peixes, coelhos, pássaros), passeios a cavalo, entre outros exemplos.

Hotéis fazenda são ótimos para quem curte relaxar e realizar atividades minimamente diferentes, sendo especialmente estratégicos para quem viaja com crianças. Sobre os aspectos difíceis estão: pode haver dificuldades para chegar ao hotel fazenda (dependendo das condições das estradas que levam até ela).

Bed and Breakfast

Esse modelo, traduzido para o português “Cama e Café”, caracteriza-se por ser um estabelecimento residencial em que os proprietários do imóvel oferecem aos hóspedes um quarto e um café da manhã.

Esse modelo de hospedagem é bastante comum em países da Europa e ganha popularidade no Brasil. Como as pousadas, possuem um clima bastante intimista, mas é preciso ter um bom contato com os anfitriões e estar plenamente de acordo com as regras estabelecidas, se não, pode haver problemas.

Como investir 100 reais e ter retorno rápido? Descubra aqui!

Você está precisando de uma renda extra, não tem muito dinheiro e quer saber como investir 100 reais e ter retorno rápido?

Então chegou no lugar certo!

Infelizmente, muitas pessoas acabam desistindo de ter um negócio porque acham que é necessário um grande investimento, no entanto, hoje existem algumas alternativas bem interessantes.

Independentemente da sua escolha, tenha em mente que os resultados estão diretamente ligados ao seu esforço e dedicação, ou seja, dependem exclusivamente de você.

Portanto, continue a leitura e descubra como ter retorno rápido com apenas 100 reais.

Por onde começar?

Antes de você ter ideia de como investir 100 reais e ter retorno rápido, é importante definir bem seus objetivos, pois ao ter metas claras, isso te ajuda a manter o foco e fazer de tudo para alcançá-las.

Procure pesquisar por coisas que você gostaria de fazer e estudar se é viável ou não começar um negócio com 100 reais.

E no caso de ser algo totalmente novo, busque o máximo de informações e tire suas dúvidas com especialistas, particularmente se tratar de investimento propriamente dito.

A seguir, vamos passar algumas ideias do que você pode fazer com apenas 100 reais e ter um retorno rápido. 

Como investir 100 reais e ter retorno rápido?

Vamos passar aqui algumas ideias de como investir 100 reais e ter retorno rápido, e diferentemente do que muitos pensam, que investir é para gente rica, essa ideia está totalmente errada.

Confira, a seguir, algumas ideias onde você pode investir com apenas 100 reais:

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um título público destinado para pessoas físicas, e a partir de 30 reais já é possível investir.

É como se você emprestasse dinheiro ao Governo Federal e receberia esse valor de volta acrescido de juros.

Vale a pena se informar antes como funciona, pois os rendimentos podem ser atrelados à taxa Selic, ao IPCA ou uma taxa prefixada.

Vender lingerie

Se você tem muitos contatos e um espírito empreendedor, poderia vender peças de lingerie, e com certeza, o retorno é bem atrativo.

O ideal é encontrar um fornecedor que, além de oferecer um produto de qualidade, seja com um preço que permita você revender lucrando.

A dica é postar fotos nas suas redes sociais, e uma outra ideia é distribuir panfletos no seu condomínio, escola das crianças…

Fundos de investimento

Quem está começando a investir agora e tem ainda um certo receio, os fundos de investimento são uma boa opção.

De uma forma simples: você compra cotas de um fundo administrado por um gestor, que é o responsável por fazer as melhores aplicações.

É como se fosse o condomínio de um prédio, onde os investidores são os condôminos e a gestão fica sob a responsabilidade do síndico.

Hoje em dia, existem vários tipos de fundos de investimento: de renda fixa, variável e fundos multimercado.

Fazer e vender doces

Se você tem habilidades culinárias, saiba que doces gourmet estão em alta, e é outra ideia de como investir 100 reais e ter retorno rápido.

Já que muitas pessoas também estão trabalhando nesse nicho, para se diferenciar dos seus concorrentes, vale a pena apostar em receitas diferentes.

Como você está começando, tenha um cuidado especial com a apresentação do seu produto, pois funcionaria como um cartão de visitas.

Conclusão

Esses são apenas alguns exemplos de coisas que você pode fazer com apenas 100 reais, basta uma pesquisa na internet para encontrar muitas outras ideias de investimento.

Seja o que você escolher, uma dica é com o retorno obtido, você reinvestir seu dinheiro, pois assim, seus rendimentos serão bem maiores!