Cuidados com a beleza: Entenda a importância deste investimento na sua saúde

No mundo contemporâneo, os cuidados com a beleza ultrapassaram as fronteiras da vaidade e assumiram um papel fundamental no bem-estar e na saúde de indivíduos de todas as idades e gêneros. Entender essa prática como um investimento na saúde reflete uma abordagem holística, que reconhece a interdependência entre a mente, o corpo e a autoimagem.

Inicialmente, ao abordar o tema “beleza”, muitos podem pensar em padrões estéticos impostos pela sociedade e na busca incessante por uma perfeição muitas vezes inalcançável. No entanto, o conceito de cuidados com a beleza que desejamos explorar aqui vai além. Está intrinsecamente ligado à saúde, à prevenção de doenças e à manutenção de uma vida equilibrada e feliz. A pele, por exemplo, é o maior órgão do corpo humano e uma barreira protetora essencial. Portanto, uma rotina de skincare não se trata apenas de manter a pele bonita, mas também saudável e funcional.

Os benefícios psicológicos dos cuidados com a beleza são igualmente valiosos. A autoestima, o bem-estar emocional e a confiança são intensificados quando nos sentimos satisfeitos com nossa aparência. Esse estado de contentamento tem efeitos profundos, influenciando desde nossas interações sociais até a percepção de nosso próprio valor. Além disso, o ato de dedicar tempo a si mesmo, comum em rotinas de beleza, pode ser uma forma de meditação ativa, aliviando o estresse e promovendo a saúde mental.

Neste artigo, propomo-nos a mergulhar nas diversas facetas que compõem os cuidados com a beleza, enfatizando sua importância e impacto na saúde geral, e desmistificando a ideia de que são práticas superficiais. Convidamos você a explorar conosco esse universo, entendendo como os cuidados adequados podem ser um investimento valioso em sua qualidade de vida, promovendo um envelhecimento saudável e uma relação positiva consigo mesmo.

Para obter mais conteúdos sobre este tema relevante, acesse nossos blogs Thachic e Tharico.

Compreendendo a relação entre beleza e saúde mental

Em nossa jornada para explorar os cuidados com a beleza, é imprescindível reconhecer a profunda conexão existente entre a percepção da beleza e a saúde mental. Esta relação transcende a estética superficial, abraçando como nos sentimos em relação a nós mesmos e o impacto dessa percepção em nosso bem-estar psicológico.

A autoimagem desempenha um papel crítico em nossa saúde mental. Como nos vemos, como nos apresentamos ao mundo, influencia diretamente nossa autoestima, confiança e interações sociais. Investir em cuidados com a beleza não se trata apenas de realçar características físicas, mas também de nutrir a autoaceitação e o amor próprio. Este investimento pode ser um ato poderoso de autocuidado, proporcionando um espaço para se reconectar, rejuvenescer e curar.

Estudos têm mostrado consistentemente que quando as pessoas se sentem bem com sua aparência, há uma tendência a ter maior confiança e abertura para interações sociais. Por outro lado, a insatisfação com a aparência pode levar a sentimentos de inadequação, isolamento social e até mesmo depressão. Portanto, rotinas de cuidados que fazem indivíduos se sentirem mais atraentes podem ter um efeito direto e positivo em sua saúde mental, funcionando como um amortecedor contra experiências negativas e pensamentos autodepreciativos.

No entanto, é vital equilibrar e entender que a busca pela beleza não deve ser uma jornada para atender a padrões irreais ou uma fonte de pressão. A real beleza emana de um lugar de aceitação, onde o autocuidado e os rituais de beleza são uma maneira de honrar o corpo, e não puni-lo ou forçá-lo a se moldar a ideais externos. Por isso, é essencial escolher práticas e produtos que se alinhem com o respeito por si mesmo, reconhecendo que cada pessoa é única e que a diversidade é uma faceta essencial da beleza humana.

Além disso, criar uma rotina de cuidados com a beleza pode ser terapêutico. Dedicar tempo a si mesmo de maneira consciente permite momentos de reflexão, relaxamento e alívio do estresse diário. Seja através de cuidados com a pele, exercícios físicos, alimentação balanceada ou procedimentos estéticos, o objetivo é promover uma sensação de bem-estar, restauração e revitalização.

Nutrição, beleza e vitalidade: o trio inseparável

A busca pela beleza saudável e autêntica não se limita aos produtos que aplicamos em nossa pele ou aos tratamentos estéticos que escolhemos. Ela começa de dentro para fora, sendo a nutrição um pilar central nessa jornada. Compreender a sinergia entre nutrição, beleza e vitalidade é fundamental para quem procura não só parecer saudável mas, acima de tudo, sentir-se saudável.

A fundação da beleza: uma nutrição adequada

A ciência moderna apoia vigorosamente a ideia de que a alimentação tem um impacto direto na saúde da nossa pele, cabelos, unhas e, claro, na nossa vitalidade interna. Vitaminas, minerais, antioxidantes e outros nutrientes essenciais são os blocos construtores que sustentam a regeneração celular, a força do cabelo, a elasticidade da pele e a rápida recuperação das unhas.

Por exemplo, a vitamina C, encontrada em frutas cítricas, brócolis e pimentões, é crucial para a síntese de colágeno, conferindo elasticidade e firmeza à pele. Os ácidos graxos ômega-3, presentes em peixes, nozes e sementes de chia, oferecem benefícios anti-inflamatórios, combatendo condições como a acne, psoríase e eczema, além de promoverem um cabelo brilhante. Já os alimentos ricos em biotina, como ovos, amêndoas e couve-flor, são conhecidos por fortalecer cabelos e unhas.

Vitalidade através dos alimentos: mais do que apenas calorias

A vitalidade, essa sensação de energia e vigor, depende imensamente do que consumimos. Alimentos processados, ricos em açúcares e gorduras ruins, podem nos deixar letárgicos e afetar negativamente nossa aparência, com pele opaca e cabelos sem vida. Em contrapartida, uma dieta balanceada, rica em vegetais, frutas, proteínas magras, legumes e grãos integrais, fornece o combustível adequado que nosso corpo precisa para se regenerar e prosperar.

É importante destacar que a hidratação adequada também desempenha um papel crucial na manutenção da vitalidade e da beleza. A água ajuda a liberar toxinas do corpo, promove a renovação celular e mantém a pele preenchida e radiante.

Equilíbrio e moderação: a chave para uma nutrição eficaz

No entanto, a busca pela nutrição perfeita deve evitar cair em extremos. O equilíbrio é a chave. Práticas alimentares restritivas ou dietas da moda podem causar mais mal do que bem, resultando em deficiências nutricionais que se refletem negativamente na nossa aparência e sensação de bem-estar. A moderação permite desfrutar de uma variedade de alimentos, fornecendo ao corpo um espectro completo de nutrientes necessários para manter a beleza e a vitalidade.

Em última análise, nutrição, beleza e vitalidade formam um trio inseparável no caminho para um estilo de vida saudável. Investir em uma alimentação equilibrada e nutritiva é investir em cada célula do nosso corpo, oferecendo uma fundação sólida para que a verdadeira beleza resplandeça de dentro para fora. Este é um compromisso contínuo, uma forma de autocuidado que se reflete não apenas na sua aparência externa, mas também na sua saúde interna, qualidade de vida e longevidade.

Conclusão

Ao percorrer as diversas facetas que compõem os cuidados com a beleza, fica evidente que a beleza autêntica e a saúde não são conceitos isolados, mas profundamente interligados em uma relação simbiótica. A jornada em busca de uma aparência mais saudável vai além da superfície, sendo uma poderosa expressão de respeito por si mesmo, um investimento em sua própria qualidade de vida e bem-estar.

Os cuidados com a beleza, como explorado, não se restringem a procedimentos estéticos ou regimes de skincare. Eles começam com a nutrição e os hábitos que cultivamos, refletindo o nosso estado interno através de nossa pele, cabelos, unhas e, mais importante, nossa vitalidade e energia. Eles se entrelaçam com a saúde mental, onde a autoestima, a confiança e o equilíbrio emocional são nutridos, moldando não apenas como nos vemos, mas como experienciamos o mundo ao nosso redor.

Este investimento em nós mesmos, no entanto, deve sempre advir de um lugar de amor e aceitação, e não de pressão ou crítica. É um compromisso com a autenticidade e o cuidado, reconhecendo que cada corpo é único e merecedor de cuidado e atenção. Ao incorporar práticas saudáveis, equilibradas e conscientes em nossas vidas, estamos estabelecendo as bases para uma beleza que irradia de dentro para fora, sustentada pela saúde e pela harmonia internas.

Ademais, os cuidados com a beleza não devem ser vistos como um luxo, mas como uma necessidade. Uma necessidade que valida o direito de cuidar de si, de dedicar tempo e esforço para nutrir tanto o corpo quanto a mente. É um lembrete de que, ao cuidarmos de nós mesmos, melhoramos todos os aspectos de nossas vidas, das relações que construímos à confiança com que abordamos cada desafio.

bagagem de mão

Como definir o que levar na bagagem de mão?

As viagens de fim de ano costumam ser uma loucura, e para se prevenir de imprevistos, é importante saber o que levar na bagagem de mão

Planejar grandes viagens é importante para garantir o máximo de proveito. Porém, saber o que levar na bagagem é fundamental. Claro que, seja levando a mala de mão unissex, seja aquela estilosa mochila feminina para a viagem, sempre existirão alguns recursos indispensáveis que farão o viajante estar preparado para enfrentar qualquer desafio.

Por isso, a seguir estão algumas ideias sobre o que levar na bagagem e os principais motivos pelos quais essas escolhas são essenciais.

Preparação indispensável para curtir uma viagem tranquila

Na hora de escolher o que levar na bagagem de mão, muitas coisas são levadas em consideração: o que deve ser despachado? Quanto de coisas devo carregar para manter a comodidade e bem-estar durante a viagem? O que são itens de valor e devem estar sempre comigo?

Por tudo isso, essa é uma etapa importante no planejamento de viagens. Uma bagagem de mão bem preparada não só torna a jornada mais confortável, como também pode ser crucial em situações imprevistas, que a propósito são suscetíveis a acontecer.

Documentos e itens de valor

Antes de mais nada, os documentos pessoais são fundamentais em qualquer viagem, seja ela internacional ou não.

Por isso, o primeiro item que deve obrigatoriamente compor as bagagens do viajante são os documentos pessoais, pois é com eles que há a identificação do passageiro, que é demandada em diversos momentos, como o embarque.

Em seguida, os itens de valor como dinheiro, cartões de crédito e eletrônicos, como câmeras, laptops e celulares, devem obrigatoriamente acompanhar o dono a todo momento. Por se tratarem de itens de valor, ou seja, que são mais caros e valiosos (não apenas no sentido financeiro, mas também por conter dados pessoais ali), levá-los na bagagem de mão irá garantir que eles estejam mais seguros durante a viagem, além de permitir ao viajante ter fácil acesso a eles, caso precise por algum motivo.

Uma troca de roupa extra pode ser bem-vinda

Nunca sabemos quais serão as emergências que podem surgir durante o percurso da viagem. Por isso, manter uma roupa extra de fácil acesso pode ser útil. Existem casos onde a bagagem despachada acaba sendo extraviada.

Caso isso ocorra, o viajante poderá ter uma troca de roupa, que o ajudará até que o problema da bagagem seja totalmente resolvido.

Usa medicamentos controlados?  Eles não podem faltar

Com o Brasil carregando o índice de 30% da população adulta possuindo problemas com a pressão alta, levar os remédios de hipertensão e outros consumidos diariamente na bagagem de mão é algo indispensável.

Além disso, ter em mãos óculos de leitura, lentes de contato e as prescrições médicas garantem que, caso algo aconteça, o viajante tenha acesso a cuidados médicos essenciais durante o percurso da viagem, algo que pode até mesmo no pior cenário salvar a sua vida.

Carregador portátil para garantir a diversão

Seja numa viagem de ônibus, seja numa viagem de carro, possuir um carregador portátil irá garantir a máxima diversão para o viajante. Afinal, durante o percurso, é o momento certo para colocar séries e filmes em dia. No entanto, como ainda não existem celulares com “carga infinita”, os carregadores ajudarão a manter o aparelho “vivo” por mais tempo.

Se a viagem for aérea, é importante lembrar de verificar as políticas específicas da companhia quanto aos itens permitidos na bagagem de mão, pois isso pode variar.

Seguindo essas dicas e adaptando-as às suas necessidades pessoais, todo viajante que está prestes a embarcar em um aventura de fim de ano estará preparado para uma viagem suave e tranquila, com todos os itens necessários ao alcance.

Isso é um fator crucial para garantir ao máximo a melhor experiência de viagem e, assim, conseguir atingir o propósito de se desestressar. Fazendo isso, começar o novo ano superbem e renovado será apenas um detalhe, pois o viajante estará desfrutando do melhor que sua viagem tem a oferecer.

Melhores jogos para presentear no dia das crianças

Entenda a importância dos pequenos brincarem com jogos e conheça as melhores opções

O Dia das Crianças é uma data muito especial, celebrada em várias partes do mundo para homenagear os pequenos e suas alegrias. Neste dia, não há nada mais gratificante do que ver o rosto de uma criança se iluminar ao receber um presente pensado especialmente para ela. E, claro, com alguns descontos em jogos e brinquedos fica muito mais fácil presentear os pequenos.

Uma excelente escolha que sempre faz sucesso entre a garotada são os jogos. Mas, por que os jogos são presentes tão significativos? E quais são os melhores jogos para presentear as crianças?

Por que é importante que as crianças brinquem com jogos?

Imagem de Freepik

Antes de entrarmos na lista de melhores jogos para presentear, é importante destacar por que os jogos são uma escolha tão valiosa quando se trata de presentear crianças. Brincar é uma parte fundamental do desenvolvimento infantil, e os jogos proporcionam uma variedade de benefícios, como:

Aprendizado

Muitos jogos são projetados para ensinar habilidades específicas, como matemática, lógica, leitura e resolução de problemas. Eles transformam a educação em algo divertido e envolvente.

Desenvolvimento social

Jogar com outras crianças ou com adultos ajuda a desenvolver habilidades sociais importantes, como compartilhar, cooperar, competir de forma saudável e comunicar-se de maneira eficaz.

Criatividade

Jogos que incentivam a imaginação e a criatividade permitem que as crianças explorem seu potencial artístico e inventivo.

Diversão em família

Jogar jogos em família cria memórias especiais e fortalece os laços familiares.

Além disso, muitos jogos exigem que as crianças resolvam quebra-cabeças, tomem decisões estratégicas e pensem logicamente, o que contribui para o desenvolvimento de suas habilidades cognitivas.

Melhores jogos para presentear as crianças

Agora que entendemos por que os jogos são tão importantes, vamos explorar alguns dos melhores jogos para presentear os pequenos neste Dia das Crianças:

1.   Quebra-Cabeças

Os quebra-cabeças são ótimos para o desenvolvimento cognitivo e a paciência das crianças. Eles estão disponíveis em uma variedade de temas e níveis de dificuldade, adequados para diferentes idades.

2.   Jogos de tabuleiro

Jogos como “Banco Imobiliário”, “Detetive” e “Jogo da Vida” são clássicos que proporcionam horas de diversão em família e estimulam habilidades estratégicas.

3.   LEGO e Blocos de montar

Esses brinquedos não apenas despertam a criatividade, mas também ajudam as crianças a melhorar suas habilidades motoras e espaciais.

4.   Jogos de cartas

Jogos de cartas como “Uno”, “Mico” e “War” são perfeitos para brincar com amigos e familiares, além de promoverem o pensamento estratégico.

5.   Video games educativos

Existem vários jogos de videogame que são educativos e divertidos ao mesmo tempo. Eles podem ajudar as crianças a aprender enquanto se divertem.

6.   Livros interativos

Os livros interativos são aqueles que vêm com quebra-cabeças, abas para levantar e histórias envolventes são excelentes opções para incentivar a leitura desde cedo.

7.   Jogos de construção de mundo

Jogos como “Minecraft” e “Roblox” permitem que as crianças construam seus próprios mundos virtuais, estimulando a criatividade e a colaboração online com outros jogadores.

8. Quebra-cabeças 3D e modelos de construção

Estes estilos de jogos são excelentes para crianças que adoram montar coisas e desfrutar de um desafio tridimensional.

9.  Jogos de aprendizado

Os jogos de aprendizado educativos, como aqueles que ensinam matemática, ciências e línguas estrangeiras, são ideais para promover o aprendizado enquanto o pequeno se diverte.

10. Brinquedos de ciência e experimentação

Kits que permitem que as crianças realizem experimentos científicos são ótimos para despertar o interesse delas pela ciência.

Onde encontrar descontos em jogos incríveis para o dia das crianças?

Agora que você conhece os melhores jogos para presentear as crianças, é importante encontrar opções que se encaixem no seu orçamento. Felizmente, existem várias lojas e sites que oferecem descontos em jogos durante a temporada do Dia das Crianças.

Certifique-se de pesquisar online e comparar preços para encontrar as melhores ofertas. Além disso, considere comprar jogos usados ou em segunda mão, pois isso também pode representar economias significativas.

Chá revelação

O que dar de presente no chá revelação?

Existem diversas opções práticas e neutras para presentear sem erro durante um chá revelação

Quando o universo da maternidade se encontra com a empolgação de uma surpresa especial, surge o encantador momento do chá revelação! Nessa ocasião repleta de emoções, amigos e familiares se reúnem para descobrir o gênero do bebê que está a caminho. No entanto, enquanto o suspense toma conta do ar, muitas vezes surge a dúvida: “O que dar de presente no chá revelação?”.

Afinal, sem saber o sexo do bebê, fica difícil escolher os presentes certos para o pequeno. Nesse cenário, a maioria escolhe dar fraldas descartáveis, mas existem diversos outros itens para bebê que é possível presentear neste momento!

Neste artigo vamos mostrar algumas opções de presentes que você pode dar no chá revelação sem erro!

1. Kit de bodies

Um presente que sempre faz sucesso em um chá revelação é um encantador kit de bodies. Essas peças são adoráveis, mas também extremamente práticas para os pais que estão se preparando para a chegada do bebê.

Os bodies são uma espécie de uniforme fofinho e confortável para os pequenos, e um conjunto deles pode ser um presente muito bem-vindo. Com diversas cores, estampas e até mesmo mensagens divertidas, você pode escolher um conjunto com tons neutros, perfeitos para qualquer situação.

2. Livros infantis

Os livros infantis são outra opção de presente que não tem como errar, e você ainda permite que o bebê tenha acesso ao mundo literário desde cedo!

Ao escolher os livros, opte por aqueles que são coloridos, interativos e com ilustrações cativantes. Você também pode escolher títulos clássicos de histórias ou contemporâneos, sempre levando em conta a mensagem positiva que cada história transmite.

3. Roupa de cama

Para um presente que une utilidade e estilo, considere presentear um conjunto de roupa de cama para o berço do bebê. Aqui você pode escolher roupas de cama suaves e confortáveis que garantam um espaço acolhedor para o descanso do recém-nascido. Para isso, opte por jogos de lençóis, protetores de berço e saias de berço que sejam de tons neutros, como branco, amarelo claro e até bege.

4. Canguru para bebê

O canguru é um item que os pais e o bebê vão amar! Esse item permite que os pais mantenham o pequeno próximo ao corpo enquanto têm as mãos livres para realizar outras tarefas.

Assim, com o canguru, os passeios e as atividades cotidianas se tornam mais fáceis e convenientes, promovendo um vínculo ainda mais forte entre os pais e o bebê.

5. Móbile para o berço

Para um toque encantador no quarto do bebê, um móbile para o berço é uma escolha inspirada. Essa peça delicada e cativante não apenas decora o ambiente, mas também proporciona estímulos visuais e sensoriais para o bebê.

Para isso, você pode escolher um móbile com cores suaves, formas interessantes e possivelmente até mesmo música suave para criar uma atmosfera relaxante.

6. Almofada de amamentação

Nos primeiros meses de vida do bebê, o conforto e a praticidade são essenciais, especialmente durante a amamentação. Sendo assim, uma almofada de amamentação é um presente que oferece apoio tanto para a mãe quanto para o bebê nesse momento tão especial.

Esse item ajuda a manter uma posição confortável para a amamentação, reduzindo a tensão nas costas e nos ombros da mãe. Além disso, a almofada proporciona um suporte suave para o bebê, mantendo-o na altura ideal para uma amamentação bem-sucedida.

7. Kit de bolsas

Com a chegada de um bebê, a organização e o planejamento tornam-se ainda mais cruciais. Por isso, um kit de bolsas é um presente prático e funcional que os pais certamente vão adorar.

Esse conjunto de bolsas oferece espaço para guardar todos os itens essenciais do bebê, como fraldas, trocas de roupa, mamadeiras e muito mais. Com diferentes tamanhos e compartimentos, essas bolsas são projetadas para atender às necessidades em constante mudança da rotina dos pais e do bebê.

8 coisas essenciais para a rotina de quem tem filhos pequenos

Babador com coletor, por exemplo, faz com que as crianças se sujem menos durante as refeições

Ter uma criança dentro de casa é sinônimo de alegria, mas, ao mesmo tempo, exige um cuidado dobrado por parte dos pais. Isso fica ainda mais evidente quando estamos falando de bebês e filhos pequenos que precisam de atenção extra.

Nesse sentido, criar uma rotina diária é algo indispensável, na medida em que facilita o dia a dia de toda a família. Na hora de sair de carro, por exemplo, é preciso que o bebê conforto ou a cadeirinha estejam devidamente instalados.

Esses são apenas alguns dos vários objetos que servem para dar mais segurança e proteção às crianças pequenas, além de simplificar a rotina em casa. Conheça a seguir os principais itens que farão a diferença nessa fase da vida.

Organização em primeiro lugar

Não há como falar de rotina sem pensar em organização. Ter um planejamento prévio do que vai ser feito em cada momento do dia é algo básico e elementar que deve ser estabelecido na vida de qualquer pessoa, ainda mais quando estamos cuidando de seres tão pequenos como os nossos filhos.

Isso porque não adianta investir nos mais modernos modelos de acessórios infantis se a família não se dispõe a manter uma organização diária. A ideia aqui é que os itens apresentados sejam complementares à rotina pré-estabelecida, ajudando a facilitar as decisões que envolvem diferentes aspectos da vida das crianças.

Aspirador nasal

A congestão nasal é um problema que incomoda muito, ainda mais quando se trata de crianças. Para fazer uma limpeza correta, uma ferramenta essencial é o aspirador nasal. Ele funciona por meio de sucção e tem um filtro que armazena os resíduos do nariz da criança sem ter que entrar em contato com a boca do adulto.

Babador com coletor

Fazer uma certa bagunça na hora de comer é algo relativamente comum na vida de toda criança pequena, mas você pode diminuir a sujeira espalhada usando um babador com coletor. Os modelos de silicone, por exemplo, são maleáveis e podem ser lavados quantas vezes for necessário.

Babá eletrônica

Quer ter mais segurança e saber o que seu filho está fazendo quando você não está por perto? A babá eletrônica é a solução. Existem modelos que vão reproduzir o áudio, as imagens ou ambos do local em que a criança está. Isso facilita a vida dos pais, especialmente durante a noite.

Bebê conforto

Bebês de até 1 ano precisam de um maior apoio na hora de andar de carro. Para tanto, o indicado é levar o pequeno em um bebê conforto que é totalmente adaptável ao corpo do neném, além de garantir mais segurança durante o trajeto.

Bomba para extração de leite

Para bebês e crianças pequenas que ainda se alimentam com leite materno, nada melhor do que ter uma bomba para extração de leite. Esse aparelho ajuda na sucção do líquido sem exigir tanto esforço da mãe, ao mesmo tempo que permite a criação de um estoque de mamadeiras.

Cadeirinha

Crianças de 1 a 4 anos de idade que vão passear ou viajar de carro precisam ser levadas na cadeirinha no banco de trás do automóvel. O uso é obrigatório e a instalação deve ser feita de acordo com o manual do produto, lembrando que o cinto de segurança ajudará na fixação da cadeirinha.

Cadeira de alimentação

A cadeira de alimentação ou cadeirão é o tipo de peça que auxilia de sobremaneira a rotina dos pequenos na hora de comer. Com ela, a criança consegue ficar numa altura mais elevada e com a postura correta, ao mesmo tempo em que pode participar das refeições junto com os demais membros da família.

Colher termossensível

Já pensou ter um acessório que mostra quando a comida está muito quente? Essa é a função da chamada colher termossensível. A peça muda de cor caso a temperatura do alimento esteja muito elevada, evitando o risco do pequeno queimar a boca.

Como funciona a acessibilidade dos meios de pagamento?

Experiência otimizada para pessoas com visibilidade ou tato reduzidos é assunto da vez em empresas de tecnologia financeira

O Brasil é composto por 8% da sua população com alguma deficiência, como indica a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2019. Esse número explica o interesse cada vez maior em melhores meios de pagamento, seguindo o comportamento das empresas de tecnologia e aplicativos, nas quais a acessibilidade se torna um elemento fundamental.

No ambiente digital, apenas 1% dos sites cumpriu com todos os recursos de acessibilidade em 2021 (BigDataCorp/Movimento Web para Todos). Por um lado, buscadores como o Google priorizam em seus algoritmos páginas devidamente otimizadas para a experiência desses usuários, mas, na prática, muitas empresas ainda deixam a acessibilidade em segundo plano.

Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) de 2020 mostrou que mais de 10 milhões de estabelecimentos comerciais no país fazem uso de algum tipo de máquina de cartão. Esse número não é diferente se considerarmos também as transações digitais.

Todos esses números comprovam que oferecer acessibilidade nos sistemas de pagamento por cartão é indispensável. Mas como isso funciona na prática? Confira a seguir os principais modelos de maquininhas de cartão em funcionamento por aqui e saiba como evitar perder uma venda por não oferecer uma experiência adequada para clientes com essa demanda.

O padrão das máquinas de cartão em uso no Brasil

Atualmente no Brasil, as máquinas de cartão estão habilitadas para operarem nas funções de débito e crédito, além do QR Code para pagamentos via Pix. Os modelos variam conforme a necessidade do estabelecimento e as funcionalidades da operadora, mas dois deles são mais comuns.

Maquininhas de cartão com teclado físico

Funcionando no modelo tradicional, em tamanho padrão com visor e em versões miniatura, pensadas para uso em comércios de rua, a máquina com teclado físico ainda é bastante comum. Até o momento não existe uma lei nacional que obrigue as empresas a manterem um padrão, embora muitas tenham indicação tátil na tecla de número 5, sugerindo o centro do aparelho.

Maquininhas de cartão touchscreen

O modelo sensível ao toque ainda é menos utilizado quando comparado com o de teclado físico, mas oferece vantagens para quem contrata. São mais leves, compatíveis com apps e redes de dados sem fio, além de serem mais higiênicas. Por outro lado, deixam de oferecer facilidade no uso, por exemplo, para pessoas com baixa visão.

Recursos de acessibilidade

Tanto no caso das máquinas com teclado físico quanto de toque, é recomendado que o lojista ofereça recursos acessíveis para uso de clientes com essa necessidade. Vamos destacar os mais eficientes que estão disponíveis hoje.

  • Película tátil: é aplicada nas telas touchscreen das maquininhas, indicando para pessoas com baixa visão o posicionamento das teclas e suas funções;
  • Pagamento por aproximação (contactless): ficou bastante comum durante e após a pandemia, compatível com carteiras digitais de smartphones, e favorece o uso de pessoas com deficiência que possuem recursos dedicados no aparelho;
  • Aparelhos sem fio: a posição da máquina de cartão na hora de pagar também importa. Uma maquininha sem fio permite que o cobrador direcione o aparelho na altura de um cadeirante ou pessoa com baixa estatura, por exemplo.

A importância da acessibilidade nos sistemas de pagamento

O assunto da acessibilidade nos meios digitais não é recente, mas vem ganhando cada vez mais projeção por conta do grande número de usuários de dispositivos móveis. Se existe uma parcela considerável de consumidores que se beneficia da oferta de recursos acessíveis em lojas físicas e virtuais, nada mais natural que o mercado repensar a qualidade da experiência para essas pessoas.

  • Tendência no mercado de apps: o volume de pesquisas por voz, assistentes virtuais e crescimentos das IA’s faz com que o mercado de aplicativos integre cada vez mais recursos adaptados e acessíveis às necessidades de diferentes usuários;
  • Abrangência de público: ter um site, aplicativo ou maquininha de cartão acessível para pessoas com deficiência favorece o negócio, uma vez que é possível atender de forma satisfatória mais pessoas;
  • VoiceOver: usuários de smartphones com baixa visão frequentemente usam recursos como VoiceOver, que ”narra” o conteúdo da tela durante a navegação. Isso permite que eles façam pagamentos utilizando carteiras digitais, e a experiência é ainda mais segura e fácil quando a máquina de cartão oferece recursos compatíveis.

Conheça alguns cuidados importantes com crianças na praia

Curta a praia com seus filhos sem preocupações! Confira algumas dicas simples e garanta um dia divertido e seguro na areia e no mar.

Imagine o cenário: o sol brilhando, o som das ondas quebrando na praia, e toda a família reunida para um dia perfeito de diversão e relaxamento. No entanto, como pais e responsáveis, é importante lembrar que a praia também pode apresentar alguns riscos para os pequenos. Felizmente, com dicas simples, é fácil garantir que as crianças possam desfrutar do sol, da areia e do mar de forma segura e confortável.

Para isso, é fundamental estar ciente dos cuidados necessários para garantir seu bem-estar e segurança sem perder a diversão! Neste artigo, vamos compartilhar algumas dicas importantes para cuidar dos pequenos no litoral, desde a escolha das fraldas para a praia até a proteção contra os raios UV. Leia até o final e aproveite ao máximo os dias de sol e diversão com seus filhos!

Proteja a pele das crianças dos raios UV

O sol pode ser muito forte na praia, por isso, é importante garantir que as crianças estejam protegidas dos raios UV. Certifique-se de aplicar protetor solar com fator de proteção solar (FPS) adequado e reaplicá-lo com frequência, especialmente após nadar ou suar. Também é uma boa ideia proteger as crianças com chapéus e roupas leves de proteção solar.

Escolha as melhores fraldas para a praia

Fraldas comuns podem ser desconfortáveis e impraticáveis na praia. Felizmente, existem opções de fraldas específicas para a praia que são confortáveis, seguras e à prova d’água. Essas fraldas são projetadas para resistir à areia, água salgada e sol intenso, permitindo que as crianças se divirtam sem nenhum desconforto.

Hidrate as crianças

A praia pode ser um ambiente muito seco, então, é importante manter as crianças hidratadas durante todo o dia. Leve garrafas de água e sucos naturais e ofereça aos seus filhos frequentemente. Você também pode levar frutas frescas e lanches saudáveis para mantê-los energizados.

Crie uma sombra fresca e agradável

É importante que as crianças tenham um lugar fresco e sombreado para descansar durante um dia na praia. Leve um guarda-sol, tenda de praia ou um toldo para criar uma área confortável e segura para os pequenos brincarem e descansarem.

Esteja atento aos perigos do mar

A praia pode apresentar alguns perigos, especialmente para as crianças. Ensine seus filhos a respeitar as ondas e as correntes, e sempre supervisione-os de perto enquanto nadam. Também é importante estar ciente dos sinais de alerta, como bandeiras vermelhas ou avisos de correnteza. Evite nadar em áreas perigosas.

Leve brinquedos apropriados para a praia

Brinquedos e jogos de praia são uma parte essencial de um dia divertido na faixa de areia. Porém, certifique-se de escolher brinquedos apropriados para o momento, como baldes e pás de areia, bolas de praia e frisbees. Evite brinquedos que possam ser perigosos ou incompatíveis com a praia, como jogos de tabuleiro ou quebra-cabeças.

Mantenha as crianças protegidas dos insetos

Alguns insetos, como mosquitos e moscas de areia, são comuns na praia, podendo incomodar as crianças. Para manter seus filhos protegidos, certifique-se de aplicar repelente de insetos no corpo todo antes de sair de casa. Além disso, evite usar perfumes ou produtos com fragrâncias fortes, pois podem atrair bichinhos.

Mantenha as crianças descansadas e respeite as sonecas

O sol e a brisa do mar podem deixar as crianças cansadas e sonolentas. Certifique-se de que seus filhos tenham tempo suficiente para descansar e se refrescar à sombra, especialmente nos horários mais quentes.

Se o seu filho costuma tirar sonecas durante o dia, leve uma cadeira de praia ou um guarda-sol para criar um espaço tranquilo para que ela possa descansar. Lembre-se: crianças que estão bem descansadas e confortáveis são mais felizes e aproveitam melhor o dia na praia!

7 itens de maior custo-benefício para a sua casa

Móveis e decorações podem ser um pesadelo para novos moradores. No entanto, há alguns itens que vão te ajudar a economizar e serão úteis para seu lar

Mudar de casa não é uma tarefa fácil, ainda mais com a economia atual. Com dificuldade de fechar as contas, boa parte da população brasileira não consegue comprar tudo o que precisa para ter o seu lar aconchegante e completo.

Sendo assim, as pessoas optam por móveis de segunda mão, por promoções ou ofertas em aplicativos de lojas. Dessa forma, compram eletrodomésticos como airfryer, TV Led, máquina de lavar e outros itens que a pessoa considera indispensável para o cotidiano.

Outra forma de economizar é optando pelos móveis multitarefas ou integrados, além de utensílios com mais de uma função. Assim, o preço se torna acessível, aumentando o custo-benefício do produto. Confira alguns que não podem faltar no seu lar.

Filtro de Torneira

Além de ter um preço acessível, esse acessório é ideal para cozinhas pequenas ou que contém cubas menores, pois respinga pouca água, evitando possíveis acidentes e que sua cozinha fique suja ou molhada.

Gancho de parede para vassouras

Um cômodo bem comum em casas é o famoso quartinho da bagunça, onde se guarda tudo que não se usa com frequência ou materiais de limpeza, inclusive vassouras, esfregões e pás. No entanto, na hora de limpar esse quartinho, a tarefa vira missão impossível com cabos de vassoura e rodos caídos. Uma solução para isso é o gancho de parede, no qual você pode pendurar vassouras, pás, rodos ou esfregões, evitando acidentes e deixando seu lar organizado e um ambiente mais harmonioso para descansar.

Lava e Seca

A rotina do cotidiano pode ser corrida e bagunçada. No entanto, alguns rituais de higiene não podem ser dispensáveis, como a lavagem de roupa. Especialmente para imóveis pequenos, você pode optar por uma lavadora e secadora que faz todo o processo de lavagem e secagem para você, economizando tempo e deixando sua roupa sequinha para uso. Tenha cuidado ao escolher o tamanho, se certificando que terá espaço para o móvel.

Aspirador

Um dos contratempos para casas ou apartamentos altos é o pó que se acumula no piso e em móveis com a poluição do ar. Uma solução para isso é o aspirador convencional, que você pode utilizar em qualquer lugar, retirando o pó da casa de forma fácil e rápida. Tome cuidado se for passar no sofá, por exemplo, certifique-se que tirou tudo de importante dele. Além de tudo, o descarte dos resíduos acumulados é feito de maneira simples, rápida e ágil.

Cadeira de Escritório Ajustável

Com a pandemia, empregos em home office se tornaram cada vez mais comuns. No entanto, nem todas as pessoas estavam preparadas para passar horasna frente do computador, causando dor nas costas e problemas de coluna sem uma cadeira adequada. Uma opção é a cadeira de escritório ajustável que, além de ser confortável, você pode ajustar para colocar o braço da forma que preferir, além de ajustar o encosto da coluna.

Kit de Utensílios de Cozinha

Principalmente para os aspirantes a chef de cozinha ou para quem está se mudando de casa, um kit de utensílios de cozinha podem ajudar na hora de preparar uma refeição. Escolha o material de sua preferência. No entanto, se escolher os utensílios feitos de silicone, o recomendado é que não opte por escolhas claras, pois elas ficam marcadas com maior facilidade.

Panelas Antiaderentes

Outro conjunto queridinho das pessoas que mudam de casa são as panelas antiaderentes. Além de ter longa duração, são fáceis de lavar, economizando tempo e a comida não fica grudada no fundo da panela, facilitando na hora de armazená-la.

Quando começar a lavar as roupas do bebê?

Se você está grávida ou acabou de ter um bebê, é natural que surjam muitas dúvidas em relação aos cuidados que devem ser tomados com o recém-nascido. Uma das perguntas mais frequentes é sobre quando começar a lavar as roupas do bebê. 

Neste artigo, vamos esclarecer essa dúvida e fornecer algumas dicas úteis para a lavagem das roupas do bebê.

Por que é importante lavar as roupas do bebê?

Antes de responder à pergunta principal deste artigo, é preciso entender por que a lavagem das roupas do bebê é tão importante. O recém-nascido tem a pele delicada e sensível, o que o torna mais suscetível a irritações e alergias. 

Ademais, as roupas podem conter sujeiras, bactérias e até mesmo substâncias químicas que podem prejudicar a saúde do bebê. Portanto, é essencial lavar as roupas do bebê corretamente para garantir a sua segurança e conforto.

Quando começar a lavar as roupas do bebê?

Agora que você já sabe por que é importante lavar as roupas do bebê, vamos responder à pergunta principal deste artigo: quando começar a lavar as roupas do bebê? 

A resposta é simples: antes de o bebê nascer.

Você pode se perguntar por que deve lavar as roupas antes do bebê nascer. A razão é que as roupas novas podem conter substâncias químicas e resíduos de tecido que podem irritar a pele delicada do bebê. 

Além do mais, a lavagem das roupas antes de usá-las pela primeira vez remove possíveis sujeiras e bactérias que podem estar presentes nas lojas ou fábricas.

Uma dica importante para garantir um cuidado completo com as roupas do bebê é investir em um enxoval de qualidade e personalizado. 

E para isso, uma excelente opção é a loja Dorotéia, onde você pode encontrar diversos itens exclusivos para o seu bebê, desde as roupinhas até os acessórios. Tenha um enxoval de qualidade e personalizado para o seu bebê na loja Dorotéia e tenha a certeza de que está cuidando bem do seu pequeno desde os primeiros dias de vida.

Como lavar as roupas do bebê?

Agora que você sabe quando começar a lavar as roupas do bebê, vamos fornecer algumas dicas úteis para a lavagem das roupas:

Separe as roupas do bebê das roupas dos adultos

É necessário separar as roupas do bebê das roupas dos adultos para evitar a contaminação cruzada. Use uma cesta ou saco de roupa suja separado para as roupas do bebê.

Use um detergente suave e hipoalergênico

Escolha um detergente suave e hipoalergênico para a lavagem das roupas do bebê. Evite usar amaciantes ou produtos com fragrâncias, pois eles podem irritar a pele sensível do bebê.

Lave as roupas do bebê separadamente

Lave as roupas do bebê separadamente das roupas dos adultos para evitar a contaminação cruzada. Você também pode lavar as roupas do bebê em uma máquina separada ou usar um ciclo de lavagem específico para as roupas do bebê.

Lave as roupas do bebê com água quente

Lave as roupas do bebê com água quente para garantir a remoção completa de sujeiras e bactérias. Veja se as roupas são apropriadas para serem lavadas com água quente, pois algumas peças podem encolher ou danificar-se com o calor.

Como secar as roupas do bebê?

Depois de lavar as roupas do bebê, é necessário secá-las corretamente para evitar a proliferação de bactérias e fungos. Aqui estão algumas dicas para a secagem das roupas do bebê:

Use um varal limpo e seco

Veja se o varal que você está usando para secar as roupas do bebê está limpo e seco. Se o varal estiver molhado ou sujo, pode transferir sujeira e bactérias para as roupas do bebê.

Seque as roupas do bebê à sombra

Evite expor as roupas do bebê diretamente à luz do sol, pois isso pode desbotar as cores e danificar os tecidos. Opte por secar as roupas do bebê à sombra ou em um local bem ventilado.

Evite usar a secadora

A secadora pode ser prática, mas pode danificar as fibras dos tecidos e diminuir a vida útil das roupas do bebê. Portanto, evite usar a secadora sempre que possível.

Cuidados extras na lavagem das roupas do bebê

Além das dicas mencionadas acima, aqui estão algumas outras precauções que você pode tomar para garantir a limpeza e segurança das roupas do bebê:

Não use produtos com cloro

O cloro pode danificar as fibras dos tecidos e causar irritações na pele do bebê. Portanto, evite usar produtos com cloro na lavagem das roupas do bebê.

Não use produtos com água sanitária

Assim como o cloro, a água sanitária pode ser prejudicial para a saúde do bebê. Evite usar produtos com água sanitária na lavagem das roupas do bebê.

Não use amaciantes

Os amaciantes podem conter produtos químicos que podem causar irritações na pele do bebê. Portanto, evite usar amaciantes na lavagem das roupas do bebê.

Lave as roupas do bebê com frequência

Como os bebês são propensos a vazamentos e sujeiras, é preciso lavar as roupas do bebê com frequência para evitar o acúmulo de bactérias e sujeiras.

Conclusão

Lavar as roupas do bebê é uma tarefa simples, mas muito importante para garantir a saúde e o bem-estar do recém-nascido. Ao seguir as dicas mencionadas neste artigo, você pode garantir que as roupas do bebê estejam limpas, seguras e confortáveis para o seu filho.

Precisa de habilitação para pilotar scooter elétrica?

Precisa de habilitação para pilotar scooter elétrica? Confira o que é necessário para pilotar esse tipo de veículo no Brasil, quanto custa uma scooter elétrica, entre outras informações importantes. 

Comprar scooter elétrica tem sido uma das principais considerações de quem deseja ter um veículo econômico para percorrer trajetos diários para o trabalho, por exemplo. Esse tipo de veículo, além de econômico, ajuda a preservar o meio ambiente, pois não há liberação de gases poluentes. 

No entanto, uma das principais dúvidas são os requisitos para trafegar com o veículo na cidade, ou seja, se é  preciso ter CNH e qual a idade mínima permitida para pilotar a scooter elétrica. Pensando em ajudá-los a esclarecer esse tipo de dúvida, reunimos as principais informações a seguir:

O que é  scooter elétrica e como funciona?

Uma scooter elétrica é um tipo de veículo motorizado pequeno que usa energia elétrica para se mover. Scooters elétricos são uma alternativa prática e econômica para carros e bicicletas, sendo extremamente populares em áreas urbanas.

Scooters elétricos são normalmente movidos por um motor elétrico alimentado por uma bateria recarregável. Esses motores são extremamente silenciosos e eficientes, proporcionando uma boa performance a baixo custo. Além disso, os scooters elétricos são extremamente leves, portanto são muito fáceis de carregar e manobrar.

Os scooters elétricos também são extremamente fáceis de usar. Eles são controlados por um acelerador e freio, que são controlados com os pés. Alguns modelos também oferecem características adicionais, como luzes de freio, luzes de sinalização, guincho, etc.

Devido às suas características de manobrabilidade, economia e facilidade de uso, os scooters elétricos são extremamente populares entre aqueles que procuram um meio de transporte prático e econômico. Eles estão se tornando cada vez mais populares em áreas urbanas, principalmente devido à sua versatilidade e praticidade.

Além disso, também são uma forma eficiente de transporte que não contribui para a poluição do ar.

Precisa de habilitação para pilotar scooter elétrica?

Devido ao aumento da popularidade das scooters elétricas, muitas pessoas se perguntam se é necessário possuir habilitação para pilotá-los. A resposta é sim, existem várias diretrizes e regulamentos que devem ser seguidos para dirigir scooters elétricos.

Primeiro, é necessário ter pelo menos 18 anos para dirigir scooters elétricas. Além disso, é necessário possuir uma habilitação de motorista válida para dirigir veículos motorizados.

Além disso, os proprietários devem seguir as leis de tráfego locais e precisam usar capacete ao pilotar. Isso significa que eles não devem andar em calçadas, não devem ultrapassar os limites de velocidade, devem parar nos sinais de trânsito e não devem dirigir sob a influência do álcool.

Alguns países também têm regulamentos especiais para scooters elétricos, como por exemplo, proibições de andar em áreas restritas ou em determinadas rodovias.

Em suma, é necessário possuir habilitação para dirigir scooters elétricos. Se você quiser dirigir um scooter elétrico, certifique-se de ler todas as regulamentações locais para garantir que você esteja seguro e dentro da lei.

Qual categoria da CNH é preciso ter para pilotar scooter elétrica?

No Brasil, a categoria de habilitação para pilotar scooter elétrica é a mesma utilizada para pilotar motocicletas. A habilitação para motocicletas é a “Categoria A”, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Antes de obter a habilitação de Categoria A, é necessário ter, no mínimo, 18 anos de idade e ter obtido a habilitação na categoria B (habilitação para automóveis). Além disso, é necessário passar por um curso de pilotagem de motocicletas, ministrado por instrutores credenciados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

O curso de pilotagem de motocicletas é dividido em duas partes: teórica e prática. A parte teórica consiste em aulas sobre as regras de trânsito, legislação, mecânica básica, manobras e ações de segurança. Já na parte prática, o aluno aprende a dirigir uma motocicleta em ambientes reais.

Após a conclusão do curso de pilotagem de motocicletas, o aluno deve passar por um exame teórico e prático para obter a habilitação de Categoria A. O exame teórico é composto por perguntas sobre as regras de trânsito, legislação e mecânica básica. Já o exame prático consiste em manobras e ações de segurança.

Uma vez aprovado, o aluno recebe a habilitação de Categoria A, que permite ao condutor pilotar scooter elétrico. Além disso, é importante que o condutor faça uso de equipamentos de segurança, como capacete, luvas, botas e jaquetas de couro. Também é importante que o condutor esteja sempre atento às condições das vias, para evitar acidentes.

Em suma, para pilotar scooter elétrico no Brasil, é necessário obter a habilitação na Categoria A, que pode ser obtida após a conclusão de um curso de pilotagem de motocicletas e aprovação em um exame teórico e prático. Além disso, é importante que o condutor faça uso de equipamentos de segurança e esteja sempre atento às condições das vias.

Quanto custa uma scooter elétrica?

O preço de um scooter elétrico no Brasil depende de vários fatores, como a marca, modelo, tamanho, características extras e outros. No entanto, normalmente, os preços variam entre R $5.000 e R $15.000, dependendo da qualidade e do modelo específico.

Os scooters elétricos são uma das opções de transporte mais econômicas e eficientes disponíveis no mercado atualmente. Eles têm um custo de manutenção muito baixo, pois não requerem combustível, o que é ótimo para quem quer economizar. Além disso, eles também não emitem gases de escape, o que os torna mais amigáveis ao meio ambiente.

Além disso, os scooters elétricos são leves e fáceis de manusear, tornando-os uma boa opção para quem deseja se deslocar de maneira rápida e eficiente. Eles também são muito práticos de armazenar, pois podem ser dobrados e transportados facilmente.

No entanto, o custo inicial dos scooters elétricos pode ser um pouco alto para algumas pessoas. Além disso, a bateria tem uma vida útil limitada e precisa ser recarregada regularmente, o que pode ser um pouco inconveniente para algumas pessoas.

No geral, os scooters elétricos são uma das melhores opções de transporte disponíveis atualmente, pois oferecem economia, praticidade e baixo custo de manutenção. 

Embora seu preço inicial possa ser alto para algumas pessoas, eles são uma ótima opção para quem deseja se deslocar de maneira econômica e eficiente.