Por que automatizar o envio de e-mails do seu negócio

O e-mail é um canal de comunicação muito usado pelas pessoas e empresas, fazendo parte do nosso dia a dia. Nas corporações, ele serve para se comunicar com os colaboradores e clientes, entre diversas outras finalidades.

Só que quando a empresa possui um número muito grande de contatos, precisa de uma maneira rápida e prática de fazer essa comunicação, e a automação é uma dessas possibilidades.

Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre o que é automação e por que as empresas deveriam utilizá-la para o envio de e-mails.

O que é automação de e-mail?

Automação de e-mail é o envio periódico de mensagens para uma lista de contatos registrada. O disparo é feito de acordo com um fluxo programado, sem que para isso seja necessária a ação humana.

Por exemplo, quando um usuário preenche um formulário de contato no site de uma fabricante de tijolo baiano 8 furos, começa a receber e-mails dela automaticamente, de acordo com as configurações feitas pela equipe ou profissional de marketing.

Esse recurso é muito importante para as estratégias de marketing digital de uma marca para estabelecer um bom relacionamento entre ela e seu público-alvo, assim como para o uso interno da empresa, com os próprios colaboradores.

Para automatizar, é necessário usar uma ferramenta e ter um responsável para cuidar da formulação dos e-mails, da lista de contatos, das mensagens enviadas e do fluxo de envio.

Essa ferramenta pode ser paga ou gratuita e ajuda as organizações a manter um contato constante com quem desejar.

Por que automatizar?

Existem diversas razões plausíveis para que as empresas automatizem o e-mail, uma vez que ela precisa se comunicar com um número grande de contatos, tais como:

  • Clientes;
  • Parceiros;
  • Fornecedores;
  • Colaboradores.

Por exemplo, vamos imaginar que um usuário disponibilizou seu contato no site de uma empresa de locação de vans para obter mais informações sobre van com banheiro.

A partir disso, é necessário que a organização estabeleça uma comunicação constante com esse lead, para que ele consiga todas os esclarecimentos que deseja, até fechar negócio com ela. Mas ela também precisa da automação para:

1 – Envio de newsletter

A newsletter é um mecanismo muito importante para a fidelização e prospecção de novos clientes. 

É por meio dela que um relacionamento duradouro entre empresa e consumidor é firmado, para que ele obtenha informações acerca de um produto ou serviço.

Esse recurso leva até as pessoas as principais informações sobre o segmento, melhorando a autoridade da marca perante o público naquilo que ela faz.

2 – Envio de promoções

Outra possibilidade é manter a lista de contato dos clientes sempre atualizada a respeito de promoções. 

Sendo assim, uma empresa como a de bolo caseiro da dinda informa seus contatos sobre lançamentos, produtos em oferta e itens do interesse de cada um.

Isso porque, por meio da automação, também é possível personalizar as mensagens, ou seja, o cliente terá a sensação de aquele conteúdo do e-mail foi feito exclusivamente para ele, o que é muito importante para fidelizar e prospectar.

3 – Comunicação interna

A comunicação interna, ou seja, o diálogo entre organização e colaboradores, é muito importante para os processos dentro de uma empresa, seja esta pequena, média ou de grande porte.

Agora, imagine que uma indústria com 100 funcionários faça mudanças na fabricação de aço corten textura e precise formalizar isso com os colaboradores na linha de frente de produção.

O envio manual leva muito tempo e pode conter erros, sendo assim, com a automação, os colaboradores rapidamente terão acesso a todas as informações pertinentes. 

Além disso, a empresa pode usar o e-mail automatizado para:

  • Informar eventos internos;
  • Comunicar feriados;
  • Lembretes de aniversário;
  • Relatórios de reuniões.

Os eventos internos podem ser festas de fim de ano, palestras e outros acontecimentos do interesse do público interno, assim como é preciso lembrar feriados, aniversários de funcionários e o que foi discutido nas reuniões.

Tudo isso auxilia no relacionamento interno da organização, além do envolvimento dos colaboradores, ou seja, a automação também ajuda os processos internos da empresa por meio de uma comunicação efetiva.

Conclusão

O e-mail é um importante canal de comunicação e pode ficar ainda melhor se for automatizado. Dessa forma, os riscos de falta de comunicação, problemas no fluxo de envio e até mensagens repetitivas são evitados.

Trata-se de um processo simples que pode até mesmo contar com uma ferramenta gratuita e que vai ajudar as empresas de muitas maneiras, seja para o marketing externo ou interno.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como desenvolver um Funil de Vendas para o setor automobilístico?

Você já ouviu falar do Funil de Vendas? Esse é um conceito de marketing que pode ser aplicado nos mais diferentes setores, inclusive no ramo automobilístico.

De forma resumida, o Funil de Vendas consiste na representação gráfica da jornada de compras do cliente. 

Em outras palavras, é o caminho que o consumidor percorre, desde o descobrimento do produto ou serviço, até a etapa final, ou seja, a compra.

A partir do Funil de Vendas, é possível conduzir ou acompanhar o comprador, oferecendo materiais que vão ajudar na tomada de decisão. Assim, fica mais fácil oferecer soluções realmente interessantes aos clientes, de acordo com cada estágio da jornada de compra.

No artigo de hoje, saiba como desenvolver um Funil de Vendas para o setor automobilístico e alcançar um maior número de vendas!

Quais as etapas do Funil de Vendas?

O processo de compra não é algo homogêneo. Por exemplo, quando descobrimos pela primeira vez um tipo de vinho frutado, nem sempre vamos lá e já compramos o produto. 

Na maioria dos casos, fazemos uma pesquisa antes, para conhecer mais sobre a mercadoria e se ela irá corresponder ao nosso paladar.

O mesmo vale para o setor automobilístico – ainda mais quando estamos falando na aquisição de algum componente de alto valor, ou até mesmo a compra de um carro.

Nesse sentido, um cliente que acabou de descobrir o produto está menos propenso a comprá-lo, do que um consumidor que já leu avaliações do site, especificações da mercadoria e até já conhece o item.

Sendo assim, há níveis de maturidade dos compradores em relação ao fechamento do negócio. Esses momentos são divididos em partes dentro do Funil de Vendas, que são:

  • Topo do funil: descobrimento;
  • Meio do funil: consideração;
  • Fundo do funil: decisão de compra;
  • Pós-venda: fidelização.

Nem sempre todas as empresas trabalham com o pós-venda como etapa do funil, contudo, esse momento é muito importante para construir um relacionamento com o cliente, fazendo com que ele compre novamente e indique o seu negócio para outras pessoas.

Afinal de contas, quando procuramos por uma creche infantil particular, por exemplo, temos a tendência de seguir a recomendação de amigos e familiares. 

Ou seja, confiamos mais nas pessoas que tiveram uma boa experiência de compra.

E como trabalhar com o Funil de Vendas?

O primeiro passo para trabalhar com o Funil de Vendas no setor automobilístico é compreender quais são as necessidades do cliente em cada estágio da jornada de compra.

Abaixo, separamos algumas dicas, conforme as etapas do funil. Confira!

1 – Topo do funil

Como estamos lidando com o descobrimento do produto ou serviço pela primeira vez, é preciso oferecer ao público um grande número de informações acerca do seu negócio, para que ele compreenda mais sobre a empresa.

Por exemplo, se o consumidor está procurando um estampo de corte, vale a pena produzir blog posts, compartilhar materiais em redes sociais e produzir conteúdos atrativos que irão chamar a atenção do usuário.

No marketing digital, também é possível trabalhar com a otimização para os mecanismos de busca (SEO), fazendo com que o seu conteúdo ganhe melhor classificação no Google.

2 – Meio do funil

Aqui, o cliente já sabe do que a sua empresa trata, mas ainda está considerando a compra. 

Ou seja, ele precisa ser informado dos benefícios, vantagens e diferenciais do seu negócio, para que ele decida comprar com você e não com a concorrência.

Por exemplo, se o consumidor deseja um regador de plantas com cabo, a empresa pode elaborar um e-mail marketing com dicas de como usar o acessório em jardinagem.

No ramo automobilístico, é importante destacar o quanto o seu produto ou serviço irá facilitar a vida do cliente, seja como locomoção ou melhoramento dos veículos.

Além de e-mail marketing, é possível trabalhar com e-books, webinários, entre outros.

3 – Fundo de funil

Agora estamos lidando com leads qualificados, isto é, clientes altamente propensos a realizar uma compra. 

Por isso, é o momento de ser sincero, oferecer soluções de acordo com as necessidades dos consumidores e mostrar os diferenciais do seu negócio.

O conteúdo também é importante, mas vale priorizar o contato com vendedores, para que o cliente seja orientado à compra.

4 – Pós-venda

Por fim, após o fechamento do negócio, é preciso manter um contato com seus clientes. Isso pode ser feito de várias formas, como pedir um feedback, enviar e-mails exclusivos ou oferecer um clube de vantagens.

Conclusão

O Funil de Vendas pode ajudar bastante nas vendas do setor automobilístico. Quando bem aplicado, ele é capaz de orientar as decisões dos clientes, ajudando na conversão e melhorando o relacionamento entre a marca e o público.

Por isso, é fundamental compreender mais sobre o conceito e produzir estratégias voltadas a cada estágio do funil.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Facebook Ads é uma boa opção para divulgação de imóveis?

O Facebook Ads, como o próprio nome sugere, é o sistema de mídia para do Facebook, sendo usado para a elaboração de inúmeras campanhas patrocinadas.

Ele é extremamente eficaz para o aumento no número de visitantes, bem como para iniciativas que exigem resultados a curto prazo.

Uma das principais vantagens do Facebook Ads é sua alta capacidade de segmentação. Ou seja, é possível elaborar um anúncio direcionado, ao invés de sair por aí compartilhando uma publicidade massiva e invasiva.

Por exemplo, uma marmoraria em sorocaba irá produzir um anúncio diretamente voltado às pessoas interessadas em seus serviços, sendo possível até mesmo escolher a geolocalização para compartilhar a postagem.

Com isso, o Facebook Ads melhora o número de conversões, pois ele entrega conteúdo relevante para usuários com grande potencial de se tornarem clientes.

Atualmente, o Facebook Ads é considerado uma das mídias pagas mais eficazes no Marketing Digital. 

Fora a segmentação, a plataforma também conta com uma grande variedade de formatos para as campanhas, indo além de textos.

Mas será que o Facebook Ads é uma boa opção para divulgação de imóveis? Para responder esta pergunta, separamos algumas vantagens da plataforma. Confira este artigo!

3 vantagens do Facebook Ads para a divulgação de imóveis

Hoje em dia, muitas pessoas fazem buscas pela internet. Por exemplo, ao invés de irem em uma loja, acabam procurando por berçário de 0 a 1 ano direto em sites de pesquisas, se deparando com inúmeros resultados.

O mesmo vale para os imóveis. Os usuários passaram a procurar por casas, apartamentos e outros espaços para locação ou compra diretamente pela internet, o que mudou as formas de divulgação e marketing.

Além do mais, as redes sociais potencializaram esse novo comportamento e também são vistas como locais para busca de imóveis e serviços imobiliários.

Por isso, o Facebook Ads surge como uma excelente opção para divulgar imóveis, sendo muito mais eficiente que as tradicionais técnicas de marketing, como a impressão de folhetos.

Abaixo, confira as principais vantagens do Facebook Ads para o ramo imobiliário.

1 – Menor custo de investimento

As estratégias de marketing digital, normalmente são muito mais baratas que outros métodos de divulgação, como propagandas em mídias convencionais (rádio, televisão, jornais) e impressão de folhetos.

Ou seja, fica muito mais barato elaborar e investir em um anúncio online de revelação de fotos 15×21, do que outro tipo de publicidade mais tradicional.

Para o mercado de imóveis isso é extremamente vantajoso, pois é possível compartilhar conteúdos com os usuários e potenciais clientes, tendo um ROI (Retorno sobre Investimento) muito maior.

O Facebook Ads permite o patrocínio de anúncio gastando apenas 5 reais por dia. À medida que os resultados aparecem, você escolhe se deseja aumentar o investimento.

2 – Atinge muitas pessoas

O Facebook é considerado a maior rede social do mundo. Aliás, é difícil encontrar alguém que não tenha um perfil por lá.

Desse modo, a sua imobiliária pode divulgar casas até para pessoas que não moram na mesma localidade, mas têm interesse em encontrar algum imóvel para locação ou venda. Ou seja, não há limites geográficos para os anúncios do Facebook.

Além disso, você pode:

  • Fazer com que várias pessoas conheçam o seu negócio;
  • Ter contato com possíveis parceiros;
  • Ampliar o seu networking;
  • Ganhar reconhecimento no mercado.

Essas dicas valem não só para imobiliárias, mas para qualquer segmento que queira investir no Facebook Ads, como um anúncio de máquina cnc do ramo industrial.

3 – Maior taxa de conversão

Como falamos anteriormente, o Facebook Ads permite segmentar as suas campanhas, tornando o anúncio muito mais direcionado.

Desse modo, você atinge as pessoas certas, sendo possível escolher a partir da geolocalização, faixa etária, nível socioeconômico, interesses e, até mesmo, informações mais detalhadas a respeito do perfil dos clientes.

O resultado é um maior número de conversões, que ajuda a aumentar também as vendas. Afinal de contas, as pessoas querem investir em algo que faça sentido para elas.

Conclusão

O Facebook Ads é uma plataforma bastante vantajosa para a criação de anúncios patrocinados na rede social. 

Não é à toa que ele se tornou uma das estratégias pagas mais recomendadas nos planejamentos de marketing digital, sendo muito eficiente para as imobiliárias.

No entanto, é preciso construir campanhas bem segmentadas, para que os resultados sejam positivos e a divulgação de imóveis se torne mais assertiva e direcionada.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Referências

https://www.villeimobiliarias.com.br/facebook-ads-para-corretores-de-imoveis/
https://tecimob.com.br/blog/por-que-e-como-utilizar-o-facebook-ads-para-vender-imoveis/

Quantas agências têm o banco Itaú no Brasil?

O banco Itaú é o maior banco privados do país, provavelmente você tenha uma conta na agência banco Itaú ou conhece alguém de sua família que tem. Hoje vamos falar um pouco de sua história e sanar algumas curiosidades em relação a sua magnitude, mostrando o quão grande esse banco é e as suas vantagens.

O Itaú foi fundado em 1942 por João Moreira Salles e Alfredo Egydio de Souza Aranha em Poços de Caldas, Minas Gerais. Naquela época, o banco Itaú era chamado de Casa Central de Crédito e o Unibanco era conhecido como Casa Moreira Salles e em 1960 teve a junção entre os dois bancos.

Entre muitas funções e aquisições, apenas em 2008 foi oficializada a junção e virar realmente Itaú Unibanco. Hoje com 75 anos de existência, o Banco Itaú é considerado o maior banco privado da américa latina e um dos maiores do mundo todo. Isso torna mostra um pouco da magnitude da agência Banco Itaú, correto?

Nos dias de hoje, existe agência do banco Itaú pelo mundo todo, presente em 21 países o banco possui cerca de 5 mil agências no brasil e 26 caixas eletrônicos e pontos de atendimento no exterior. Não é por acaso que ele é considerado um dos maiores bancos do mundo, em 75 anos o seu crescimento foi grande e a tendência é crescer ainda mais.

Em 2016 a carteira de ativos da agência banco Itaú, atingiu 1,43 trilhão de reais, sendo considerada a maior do país. Além disso, ela já foi eleita pela Great Place to Work Institute (GPTW) como uma das 100 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Dessa maneira, podemos constatar que a agência Banco Itaú, faz seu melhor para ser tanto uma boa agência para seus clientes, como um ótimo grupo para os seus funcionários.

Além de todas essas vantagens, caso você queira guardar um dinheiro extra e deseja fazer alguns investimentos, você pode optar pela agência banco Itaú. Abaixo, os investimentos que o Itaú pode oferecer:

  • Tesouro direto;
  • Fundos de mercado;
  • Fundos imobiliários;
  • Previdência privada;
  • Ações;
  • CDB e outras opções de renda fixa.

Essas carteiras onde você pode investir pela agência banco Itaú, podem ser estabelecidas de acordo com seu estilo de investimento. Você pode fazer um teste pela agência e conhecer qual estilo de investidor você é, o Itaú te passa todas as informações que você precisa. 

Cartão de crédito: Como acumular milhas com pontos do cartão de crédito?

Acumular milhas de cartão de crédito é quase um hobbie para muitos amantes de viagens. Mas você sabe como começar a acumular?

Primeiramente, você precisa saber se o cartão de crédito que você usa oferece esse recurso de acúmulo de milhas. Agora que você já tem a confirmação, vamos começar?

Como faço para acumular milhas do cartão de crédito?

Se cadastre nos programas de milhas e pontos de empresas como Smiles, Tudo Azul, Multiplus, etc. Existem muitos outros programas, então faça uma busca na internet e descubra qual o melhor para você.

É importante que você tenha em conta que cada programa tem regras específicas. Então pesquise cada um para saber qual realmente é o perfeito para você.

Como os pontos começam a aparecer?

Agora que você já se cadastrou, comece a comprar. As milhas são contadas todas as vezes que você faz o pagamento da sua fatura. Ou seja, a cada pagamento do seu cartão de crédito, mais pontos você terá.

Geralmente conta-se 1 ponto a cada dólar gasto, o que significa que você precisará gastar bastante, uma vez que o dólar é mais alto que o real. Depois de cadastrado e com pontos no programa, você poderá transferir suas milhas.

Quais são as vantagens?

Os programas de milhas permitem também que você possa acessar serviços e produtos sem precisar pagar por eles de forma direta.

Embora muitos ainda desconheçam, as milhas são bônus, ou uma forma de gratificação das empresas para clientes que são ativos e consomem constantemente. Ou seja, esse é um incentivo para que eles continuem gastando mais.

Mas é preciso que você tenha muito cuidado, para não acabar se endividando nessa busca por acumular mais milhas. Use seu cartão de crédito de forma consciente e veja os retornos positivos.

Tudo o que você precisa saber sobre empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é uma das opções mais utilizadas por aqueles que precisam de um dinheiro imediato. Seja lá qual for o motivo, é bom que você conheça bem essa modalidade de empréstimo, antes de solicitar.

Neste artigo, falaremos mais a fundo o que você precisa saber sobre empréstimo pessoal.

O que é o empréstimo pessoal?

Essa é uma alternativa oferecida por financeiras e bancos, no qual é possível solicitar um valor e pagá-lo á prestações. Esse é um tipo de crédito no qual é acrescido de juros, tudo determinado através de um contrato firmado entre ambas as partes.

Quando você solicitar o empréstimo pessoal, uma análise do seu crédito será realizada e você receberá uma resposta ou positiva ou negativa.

Quem pode solicitar?

Qualquer pessoa com maior de 18 anos e um CPF ativo pode solicitar o empréstimo pessoal. Após apresentados esses documentos e outros como comprovante de residência e de renda, você aguardará pela resposta da sua financeira.

Como solicitar um empréstimo pessoal?

Primeiramente, você irá submeter a sua solicitação ao banco ou financeira de sua preferência. Uma das vantagens de hoje em dia, é que essa ação pode ser feita no conforto do seu lar, ou seja, através da internet, a qualquer momento.

Depois de aprovado, quais os próximos passos?

Agora que sua solicitação foi aprovada, chegou o momento de assinar o seu contrato. Veja se no documento estão disponíveis todas as informações sobre o serviço, a quantidade de parcelas acordadas, os juros, entre outras informações.

Posso quitar o meu empréstimo antecipadamente?

Sim. Se você conseguir juntar dinheiro para pagar o seu valor total ou algumas parcelas, você pode adiantar o pagamento total com o valor que você tem em mãos. Assim será possível também economizar os juros das próximas parcelas que seriam cobradas.

Tudo sobre empréstimo com maquininha

Você que tem uma máquina de cartão, sabia que é possível pedir empréstimo com maquininha? Leia este artigo e saiba como otimizar o seu negócio e fazê-lo crescer cada vez mais.

Ter um empreendimento próprio é algo que dá muito trabalho. Em algum momento, você irá precisar de um dinheiro para investir em algo na sua empresa. É aí que você pode conseguir um empréstimo com maquininha.

Essa não era uma realidade fácil para muitos empreendedores que não tinha conta bancária. No entanto, hoje em dia é possível ter essa opção como alternativa. Nos próximos tópicos você vai conhecer algumas marcas que permitem o empréstimo com maquininha.

Mercado Pago

Através dessa empresa, você poderá conseguir até R$50 mil de empréstimo. Para consegui-lo, é necessário que você aguarde envie uma proposta de conta virtual, que terá validade de 30 dias, sem burocracia.

Após a proposta ser aprovada, você poderá escolher o valor e a quantidade de parcelas que quer pagar. Após esse processo, você receberá o dinheiro na sua conta virtual, no mesmo momento.

Pagseguro

Se você possui a máquina dessa empresa, seja ela a minizinha ou a moderninha, poderá conseguir o empréstimo PagSeguro. Para tal, é necessário seguir algumas regras importantes, como ganhar mais de R$300,00 no mês.

Da mesma forma que no tópico anterior, você poderá pedir o empréstimo mesmo sem possuir conta no banco. No entanto o pagamento exigido é mais alto que na outra opção.

Se você tem dúvidas sobre qual opção optar, entre em contato com central de atendimento de ambos os cartões. Conheça os benefícios que você terá contratando uma empresa ou outra e faça seu empréstimo com maquininha.

Atualmente, é possível conseguir empréstimo através de máquinas que possuem parceria com bancos, como Rede, GetNet e Cielo. No entanto, o PagSeguro e o Mercado Pago ainda seguem como as melhores opções.

Simular consórcio: O que é consórcio e 3 formas de simular

Se você é uma dessas pessoas que não consegue guardar dinheiro e não se sente confortável pagando juros altos dos financiamentos, e gostaria de adquirir bens, você precisa saber que contratar consórcio é um excelente negócio. Lendo esse artigo, você irá conhecer o que é consórcio e como fazer uma contratação corretamente desse serviço, fique aqui e veja todas as dicas que separamos pensando em você.

Mas afinal, o que é consórcio?

O consórcio é uma forma que te ajuda poupar dinheiro junto com muitas outras pessoas e assim faz a compra do bem que você tanto quer. Ainda não entendeu? Fique tranquilo, vamos te explicar direitinho.

Administradoras financeiras oferecem o serviço de consórcio, esse serviço funciona como uma poupança de dinheiro para você e para outras pessoas. Ao realizar a contratação de um consórcio, você irá escolher um valor do bem que deseja adquirir ou quando é feito em concessionárias, você escolhe o modelo e a marca do veículo. Você pode escolher entre veículos, terrenos, residências, valor para construir sua casa e alguns outros bens.

A administradora irá te cobrar pequenas taxas de administração mensal e ela guarda seu dinheiro que você irá pagar em parcelas fixas mensais. O nome disse é fundo comum, e ele é utilizado entre os participantes do grupo. Para retirar o dinheiro, você deve ser sorteado ou dar lances, em caso de nenhuma das duas possibilidades dar certo, no final do período você resgata seu dinheiro ou seu bem.

3 Formas de simular consórcio

Se você se interessou em adquirir um consórcio, saiba que existem várias empresas que oferece a contratação desse tipo de serviço. Então, para você não ficar confuso, separamos para você as 3 melhores e mais confiáveis formas de simular consórcio, veja a seguir:

  • Instituições financeiras;
  • Bancos;
  • Concessionárias.

Basta você entrar no site de qualquer uma delas e procurar o simulador de consórcio. É fácil e rápido.

Cartão de crédito: 4 Formas de pedir cartão de crédito com baixas taxas

Hoje em dia, a utilização de dinheiro em papel e cheque como forma de pagamento só cai em desuso. Contudo, a quantidade de utilização de cartão de crédito cresce ano após ano.

O cartão de crédito foi produzido com o objetivo de ser um defensor do orçamento pessoal, graças a seus prazos e parcelamentos, contudo, passou a ser para muitas pessoas, um adversário, isso se deve a muitas vezes causadas das taxas, anuidades e juros fora do controle.

Essas taxas e valores, habitualmente, são esquecidos no instante da obtenção de um novo cartão de crédito, e é lembrado apenas no instante do pagamento das faturas. Esse tipo de questão pode ser amenizado e até mesmo evitado.

Formas de solicitar cartão de crédito com baixas taxas

Existem algumas atitudes que podem ser tomadas no instante da contratação do seu cartão de crédito, junto a intenção de baixar as taxas e anuidades cobradas. Veja a seguir quais são:

1.      Antes de encerrar a negociação compare cartões de diversos bancos:

Faça uma simulação dos cartões oferecidos pelo seu banco e pelas outras instituições financeiras e compare as taxas e serviços oferecidos.

2.      Opte por cartão de crédito que jamais cobre anuidade ou negocie esse valor:

Existem no mercado alguns cartões que não cobram anuidade, dê prioridade para eles.

3.      Cuidado com taxas extras:

Alguns cartões não cobram taxas de juros e anuidade, porém, cobram outras taxas, como de saque, parcelamento de divididas e de serviço. Tais taxas podem sair mais caras do que a anuidade de outro cartão de crédito.

4.      Pesquise as opiniões de pessoas que já possuam o cartão de crédito:

Não existe forma melhor de mensurar um serviço do que a avaliação de quem já o possui, então, procure alguém que já tenha aquele cartão e peça sua avaliação.

Consultar CPF: 2 sites confiáveis para consultar seu cpf

Se você já teve ou tem dívidas pendentes no mercado e deseja conferir como se encontra seu cpf, e qual a dívida que se encontra em aberto, vamos mostrar dois sites confiáveis e gratuitos que oferecem essa consulta.

Normalmente esse serviço de consultar CPF é gerido por empresas de controle de crédito, as quais são privadas e cobram para seu fornecimento. Muitos estabelecimentos são conveniados com essas empresas como SCPC, SPC, Serasa, para poderem realizar consultas quando forem fornecer créditos a seus clientes.

As pessoas físicas que querem realizar a consultar CPF precisam ter certa cautela. Pois muitos sites não confiáveis vão divulgar que oferecem esse serviço, para obtê-lo é preciso fornecer o número de seu CPF. Passar o número desse importante documento à um provedor estranho pode lhe trazer problemas no futuro, caso essas informações sejam usadas de forma ilícita.

Essas empresas que oferecem o serviço de proteção ao crédito para estabelecimentos comerciais, disponibilizam uma contratação de consulta individual para pessoa física de seu próprio CPF. Em seus estabelecimentos físicos oferecem a consulta de forma gratuita, para quem se dirigir até eles.


Algumas delas já oferecem essa consulta online de forma gratuita da situação do CPF. As que oferecem consulta de forma gratuita são o Serasa, através do dite serasa consumidor, e o SCPC. Para realização da consulta da situação de seu cpf, é preciso realizar um cadastro no site dessas instituições. Ambas são duas grandes empresas que oferecem grande credibilidade, sendo as mais confiáveis e indicadas para realizar uma consulta gratuita.

Se você nunca fez nenhuma consulta em seu CPF, vale a pena dar uma conferida no site de alguma dessas empresas. Lembrando que é sempre importante manter seus compromissos financeiros em dia para obter um cadastro positivo de seu cpf. Pois mesmo que sua dívida seja pequena, se não for negociada irá comprometer seu cadastro. Podendo lhe prejudicar em caso de abertura de novos contratos com credores, e aprovação de crédito.